Política & Justiça

Prefeitura e Transportes assinam termo para obra do novo aeroporto

diario da manha
Vinícius Luz e Daniel Vilela: atuação conjunta em prol de Jataí

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e a Prefeitu­ra de Jataí assinaram, na sede do ministério, o termo de compro­misso para a retomada da obra do Aeroporto Regional de Jataí. O compromisso firmado pelo Se­cretaria Nacional de Aviação Civil é fruto de uma articulação do de­putado federal Daniel Vilela (PM­DB-GO), responsável por direcio­nar R$ 50 milhões em recursos da União para a obra que atende a toda região Sudoeste de Goiás. Daniel, o prefeito de Jataí, Vinícius Luz (PSDB), e o ex-prefeito Hum­berto Machado (PMDB) partici­param da solenidade de assina­tura em Brasília.

O prefeito Vinícius Luz tam­bém acompanhou de perto o an­damento do projeto e participou de diversas reuniões nos ministé­rios para discutir seu reinício. Da­niel Vilela ressalta que o empe­nho do prefeito Vinícius Luz e do ex-prefeito Humberto Machado foi fundamental para convencer o ministério a priorizar recursos para a obra. O projeto está orça­do em R$ 45 milhões. De acordo com o Termo de Compromisso, o governo federal será responsá­vel pelo aporte de R$ 40,5 milhões e o governo municipal por uma contrapartida de R$ 4,5 milhões.

Há dois meses o secretário na­cional da Aviação Civil, Darío Lo­pes, esteve em Jataí para apresen­tar a planta do aeroporto e acertar detalhes da retomada da obra. Na ocasião, ele disse que os esforços seriam para que a assinatura do termo de compromisso aconte­cesse ainda neste ano. “O evento desta terça-feira é a comprovação de que a obra vai andar”, avalia Da­niel Vilela. A Secretaria Nacional de Aviação Civil se comprome­teu a disponibilizar R$ 5 milhões para o detalhamento do projeto e a contratação das primeiras eta­pas da construção.

O novo aeroporto de Jataí faz parte do Programa de Aviação Regional do governo federal, que engloba 30 grandes aeroportos metropolitanos e 190 aeroportos regionais. O objetivo dessa rede ae­roviária é cobrir geograficamente o País com uma infraestrutura que permita operação de voos regula­res. “Na região Centro-Oeste exis­tem alguns pontos cujo potencial econômicorequerumainfraestru­tura não só para aviação geral, mas também para aviação regular. Ja­taí se encaixa neste perfil”, afirmou Darío Lopes durante visita a Jataí, em setembro deste ano.

 

tags:

Comentários