Política & Justiça

Ronaldo Caiado: “Todos nós somos simples mortais”

diario da manha
Ronaldo Caiado: retorno a Goiás para preparar camapanha ao governo

 

Senador goiano recebe alta, fica mais uma semana em São Paulo para ajustar medicamentos. Líder nas pesquisas na disputa ao governo de Goiás, democrata estará de volta a Goiás para continuar projeto com a oposição

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) recebeu alta ontem do Hospital Sírio Li­banês – onde esteve internado nos últimos dias em decorrência de pro­blemas após sofrer um acidente em Mara Rosa -, mas deve permanecer em São Paulo por mais uma sema­na para alguns exames e ajustes de medicação. A notícia foi comemo­rada pelo parlamentar, que já está ansioso para retomar as atividades e mencionou sua preocupação com a transparência das informações sobre seu estado de saúde.

“Optei pela transparência para evitar distorções. É obrigação do político ter transparência, isso vale para a saúde e para doença. Não po­demos jamais esquecer que todos nós somos simples mortais. Sem­pre ter humildade, respeito e aju­dar ao próximo. Graças a Deus e ao apoio que recebi de minha família e dos goianos, me recuperei e va­mos poder seguir adiante a servi­ço de Goiás, com mais vigor e saú­de do que nunca.”

Superada esta fase, o senador aproveitou para manifestar gratidão a todos os que nos últimos dois me­ses demonstraram carinho e preo­cupação com sua saúde. “Em meio a este momento difícil, foi uma ale­gria enorme receber tantas mani­festações de carinho vindas de to­dos os cantos de Goiás e do Brasil. Não tenho como deixar de agra­decer a corrente de orações e de mensagens positivas que fizeram por mim nestes dois últimos me­ses. Agradeço também aos cole­gas médicos que tanto se dedica­ram para que eu me recuperasse mais rapidamente”, disse o senador.

Enquanto guardava repouso em Goiânia, Ronaldo Caiado recebeu diversas lideranças. Um deles foi o prefeito Iris Rezende (PMDB), que o visitou pouco depois do aciden­te. Também estiveram com o sena­dor o deputado José Nelto (PMDB) e o ex-deputado Samuel Belchior (PMDB), além dos presidentes re­gionais dos partidos que compõem a frente da oposição “Unidos para Mudar Goiás”. Prefeitos do interior como Adib Elias (Catalão), Ernesto Roller (Formosa) e Paulo do Valle (Rio Verde), dentre outros, também fizeram questão de manifestar so­lidariedade ao democrata. Deputa­dos estaduais e federais, a exemplo de Major Araújo e Delegado Wal­dir, também.

Além de visitas e telefonemas dos amigos, o democrata recebeu ainda milhares de mensagens em suas redes sociais. Ao mencionar o quadro de embolia pulmonar há alguns dias, Ronaldo Caiado rece­beu uma mensagem do deputado federal Daniel Vilela (PMDB) dese­jando seu pronto restabelecimento. “Tenho convicção de que sua recu­peração será plena e mais breve do que imagina. Certamente você está ansioso para retomar suas ativida­des na política e no campo, mas o repouso agora é o que vai lhe ga­rantir o vigor para que volte com a disposição de sempre. Melhoras, senador!”, escreveu.

O democrata respondeu ao alia­do logo em seguida: “Obrigado pelo carinho e pelas orações, meu amigo. Daqui a alguns dias estarei de volta para que possamos continuar nosso trabalho, juntos em defesa do nos­so querido Estado”, disse.

A primeira-dama de Goiânia, Iris Araújo (PMDB), também usou as redes para se solidarizar naque­le dia. “Estamos orando e torcendo pela sua plena recuperação. Opo­sição em Goiás precisa de sua pre­sença”, disse. Ronaldo Caiado res­pondeu a mensagem: “Obrigado mesmo pelo carinho e pelas ora­ções, minha querida amiga. Da­qui a alguns dias estarei de volta para continuarmos nosso trabalho. Acompanhando o seu trabalho ar­rojado e de nosso prefeito Iris”, disse.

No Facebook, o presidente es­tadual do PMN, Eduardo Macedo, lembrou da expectativa de todos pelo retorno do senador. “Estamos de portas abertas aguardando o seu retorno para juntos realizarmos com o povo de Goiás uma verdadei­ra festa da democracia”, afirmou.

CUIDADOS

Durante o período em que ficou internado em São Paulo, Ronaldo Caiado ficou sob os cuidados de médicos como o neurocirurgião Félix Pahl e a médica Ludmila Ha­jjar, esta última natural de Anápo­lis assim como o parlamentar. Em suas redes sociais, a médica apro­veitou para comentar sobre sua percepção a respeito do paciente.

“O senador Ronaldo Caiado re­presenta um cidadão diferente em meio a um momento tão difícil que estamos vivendo – veja nele a espe­rança de um Brasil mais justo, me­lhor”, elogiou.

Após a liberação dos médicos, Ronaldo Caiado afirmou que é grande a expectativa para retomar as suas atividades tanto no Senado quanto em Goiás, onde vinha reali­zando os grandes encontros da opo­sição com as lideranças estaduais como os prefeitos Adib Elias, Ernes­to Roller e Paulo do Valle, além dos presidentes e representantes de par­tidos como PMDB, PMN, PEN, PHS, PPL, PTC, PV, PRTB, PSDC e PRP.

“Vejo que a oposição está no ca­minho certo por ter projetos que atendam às expectativas dos goia­nos, que estão cansados da incom­petência e dos desmandos do atual governo. Esse sentimento de mu­dança já é latente e vamos conti­nuar a percorrer Goiás mostrando as nossas ideias. Tenho certeza de que 2018 será o ano da mudança em Goiás”, afirmou.

RETORNO ÀS VIAGENS

O último grande encontro da oposição foi em Orizona ainda em outubro, quando lideranças de 40 municípios defenderam a unida­de da oposição para vencer as elei­ções em 2018 e dar um novo rumo às práticas políticas e administrati­vas do Estado. Aquele foi o 4º En­contro da frente de oposição “Uni­dos para Mudar Goiás”..

Na última semana o prefeito Iris Rezende(PMDB) tambémdemons­trou ser favorável à tese da união, ao pedir que Democratas e o PMDB façam uma composição. “Eu es­pero é que, seja quem for dispu­tar, Caiado, Daniel ou Maguito Vi­lela, que eles tenham juízo e façam uma composição, porque, se todos são oposição, é porque seus prin­cípios e ideais se confundem. Ve­nho dizendo a eles que conduzam o processo de tal forma que eles se unam. Temos que enxergar a coisa em um horizonte maior.”

O peemedebista também afir­mou que as oposições devem se unir, mesmo que o nome não saia do seu próprio partido. “Vou de­fender o candidato apoiado pelo PMDB”, declarou o prefeito.

Questionado sobre a afirmação de Iris Rezende, Ronaldo Caiado fez elogios. “O prefeito Iris é sábio, nos­sa grande liderança da oposição que estará unida, sem personalismos, com uma candidatura que repre­sente a todos. Goiás em primeiro lugar. Iris traduz esse sentimento de que quem tiver melhores con­dições terá o apoio de todos para fazer as mudanças que Goiás tanto precisa. É o que sempre defendi, in­dependente de nomes. Temos pro­jeto de um grupo que, unido, tem tudo para vencer as eleições”, disse.

HISTÓRICO DO ACIDENTE

Ronaldo Caiado sofreu uma que­da sobre o ombro esquerdo em sua fazenda no município de Mara Rosa no dia 13 de outubro. O acidente ocorreu após uma mula, que estava sendo domada, derrubar o senador.

Ronaldo Caiado sofreu uma fratura cominutiva (com vários fragmentos) na cabeça do úmero esquerdo com deslocamento poste­rior do tubérculo maior. Depois de avaliar o caso com médicos, o se­nador descartou a cirurgia e optou pelo tratamento convencional. Fi­cou afastado por 15 dias do Sena­do, abrindo uma exceção para votar pelo afastamento do senador Aécio Neves. Depois disso, precisou ficar mais algumas semanas afastado

RonaldoCaiadoficoudoismeses de repouso após o acidente. No fim de novembro, para acelerar a recu­peração, ele optou por um procedi­mento de drenagem de um hema­tomasubduralàesquerda(acúmulo de sangue entre o cérebro e o crâ­nio). Depois acabou enfrentando um quadro de embolia pulmonar mas, graças aos cuidados médicos, conseguiu se recuperar.

Graças a Deus e ao apoio que recebi de minha família e dos goianos, me recuperei e vamos poder seguir adiante a serviço de Goiás, com mais vigor e saúde do que nunca”

 

Em meio a este momento difícil, foi uma alegria enorme receber tantas manifestações de carinho vindas de todos os cantos de Goiás e do Brasil. Não tenho como deixar de agradecer a corrente de orações e de mensagens positivas que fizeram por mim nestes dois últimos meses”

 

Vejo que a oposição está no caminho certo por ter projetos que atendam às expectativas dos goianos, que estão cansados da incompetência e dos desmandos do atual governo”

tags:

Comentários

Mais de Política & Justiça