Política & Justiça

“Espero 3 a 0 pela minha absolvição”, diz Lula antes de voto do relator

diario da manha

Durante discurso no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Paulo, de onde acompanha o julgamento do Tribunal Regional Federal da 4° Região, em Porto Alegre, nesta quarta-feira (24/01), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que não cometeu nenhum crime e que prosseguirá com a candidatura à presidência até o fim. O político foi condenado a nove anos e seis meses pelo juiz federal Sergio Moro e está sendo julgado em 2° instância.

“Estou extremamente tranquilo e com a consciência de que não cometi nenhum crime. A única coisa certa que pode acontecer é eles dizerem que o Moro errou”, disse.

O petista falou ainda sobre a votação. “A única decisão que espero hoje é 3 a 0 pela minha absolvição”, afirmou.

A declaração foi feita antes do primeiro voto contra Lula. O relator do processo, João Pedro Gebran Neto, além de votar a favor da condenação, pediu o aumento da pena para 12 anos e um mês, em regime fechado.

O ex-presidente informou que há criação de muitas mentiras sobre ele e a companheira de partido, Dilma Rousseff. “A única coisa que tenho certeza é de que só no dia em que eu morrer vou parar de lutar.”

Comentários