Política & Justiça

Em vídeo, Renan Calheiros faz crítica a Temer e reforma da Previdência

diario da manha
Brasília(DF), 25/04/2016 - Eleição dos membros do Comissão Especial que analisará processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado Federal - Na foto senador Renan Calheiros - Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

Foto: Metrópoles

Em vídeo publicado em página oficial no Facebook, na última quarta-feira (07/02), o senador Renan Calheiros criticou o presidente da república Michel Temer, a reforma da Previdência e a propaganda criada para convencer a população da eficácia da proposta. Segundo ele, o político fala coisas, mas não faz.

O senador começa a gravação falando da propaganda do governo que mostra dois ‘Joões’, um do setor público que ganha mais, trabalha menos e aposenta cedo, e o outro do setor privado que ganha menos, trabalha mais e aposenta tarde. No comercial, o João da esfera privada aprova a reforma pois ela irá tirar os privilégios do João da esfera pública.

Após a introdução, Calheiros faz as críticas. “Queria sugerir aos marqueteiros do governo que mantivessem a campanha, que é boa, mas trocassem os personagens. Ao invés de dois Joões colocassem dois Micheis. O Michel privado, cidadão e o Michel presidente. O Michel cidadão, que se aposentou aos 55 anos de idade, ganhando inicialmente R$ 48 mil de aposentadoria e hoje ganha R$ 68 mil e acha que fez por merecer. Inclusive, deixou de atualizar suas informações para fazê-lo depois de votar a reforma no congresso. E o Michel presidente, que é sabido, quer a reforma e que os outros contribuam até os 75 anos. Esse é o problema dessa reforma das aposentadorias.”

Nos comentários, usuários se posicionaram a favor do senador.“Nunca fui seu eleitor e nem mesmo simpatizante, é a democracia, mas quero cumprimentá-lo pelas palavras corajosas e estender meu integral apoio”, comentou um.

“O vídeo está sensacional, falou toda verdade escondida na hipocrisia desse governo atual”, escreveu uma internauta.

Outros, porém, foram contrários às críticas. “Senador, já ouviu falar no direito adquirido? Se valer para ele valerá para milhões de brasileiros também e provocará a temerosa insegurança jurídica. Deixa o cara trabalhar sô. Essa reforma é importante para o Brasil, principalmente para a juventude que quererá aposentar também. Abraço”, disse.

Assista ao vídeo:

Comentários