Política & Justiça

Temer volta a receber aposentadoria após provar que está vivo

diario da manha
Foto/Reprodução/Internet

A São Paulo Previdência (SPPrev) divulgou na última quarta-feira (21/02) que o presidente da República, Michel Temer, já recebeu os benefícios dos últimos três meses mais a aposentadoria, que estavam estavam retidos por ele não ter realizado o recadastramento anual obrigatório.

Os depósitos foram regularizados em janeiro, após Temer passar pela chamada “prova de vida”. O exame deve ser realizado apenas pelo beneficiário no mês de aniversário. Ele recebeu cerca de R$ 45 mil bruto do valor mensal, o que equivale a R$ 22 mil líquido.

Quando a comprovação de vida não é feita, a aposentadoria é suspensa automaticamente e sai da folha de pagamento da instituição. O pagamento das aposentadorias do presidente foi feita pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República e o valor não foi divulgado. Ele tem 77 anos, mas está aposentado desde os 58 anos.

Comentários