Política & Justiça

Deputado estadual é investigado por manter suposta funcionária fantasma

diario da manha
Foto/Reprodução/Internet

O deputado estadual Luis Cesar Bueno (PT), está sendo investigado pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) por manter funcionária fantasma na Assembleia Legislativa.

Segundo a denúncia feita, Lindomar Maria de Jesus Silva não aparecia no trabalho, mas alguém assinava a folha de ponto por ela. Os dois negaram a acusação e alegam que ela foi contratada para exercer atividades externas.

A trabalhadora começou sendo monitorada entre os dias 22 e 28 de agosto do ano passado. De acordo com o MP-GO, fotos mostraram que na manhã do dia 23 ela estava em casa e nesse mesmo dia havia assinatura na folha de ponto do trabalho, atestando a presença dela das 7h até 13h.

No dia 14 de dezembro, foi registrada a mesma irregularidade, Lindomar foi vista saindo de manhã para fazer caminhada, mas o foi marcada como presente na lista de ponto. Ela recebe cerca de R$ 10 mil por mês.

Em depoimento à promotora Villis Marra, o deputado afirmou que contratou a mulher para serviços externos e que ela é paga para cuidar das redes sociais e do site dele. Lindomar confirmou a versão do político e ainda ressaltou que presta contas das suas atividades à chefia de gabinete e ao deputado.

A pessoa que fez a denuncia disse a promotora que, por ser mulher de um político influente, ex-secretário municipal de Trânsito, ela estava sendo beneficiada. A ação da promotora foi protocolada na última terça-feira (06/03). A Justiça ainda não decidiu se aceita ou não a denúncia.

Comentários