Política & Justiça

Irapuan revela bastidores da Constituinte na TV

diario da manha
Irapuan Costa Júnior na TV Assembleia: Constituinte de 1988(foto:divulgação)

O ex-governador, ex-senador e atual secretário de Segurança Pú­blica, Irapuan Costa Júnior, conce­deu entrevista à TV Assembleia, na última sexta-feira, sobre os 30 anos da Constituição Federal de 1988.

Irapuan foi entrevistado pela jornalista Luciana Mar­tins e pelo cientista político Ita­mi Campos. O depoimento fará parte do documentário que a TV Assembleia está produzin­do acerca do trigésimo aniver­sário da Carta Constitucional.

De acordo com o novo diretor de Comunicação da Assembleia, Paulo Bittencourt, a Assembleia Nacional Constituinte foi o marco decisivo do processo de redemo­cratizacão do País e é referência da geração de políticos que pro­moveu a transição entre o regime autoritário e democracia. “A pro­mulgação da Carta de 88 foi o mo­mento mais importante da histó­ria recente do Brasil”, enfatizou. Daí, segundo ele, o interesse de manter viva a memória e resgatar a participação dos constituintes goianos na Assembleia Nacional.

Eleito em 1986 para o Sena­do, Irapuan integrava a bancada do PMDB e foi um ativo membro da Assembleia Nacional Consti­tuinte. Na época, posicionou-se a favor da proteção ao emprego, contra demissão sem justa cau­sa, a pluralidade sindical, o presi­dencialismo, a nacionalização do subsolo a anistia para os micro e pequenos empresários

Na Constituinte, foi titular da Comissão da Ordem Econômi­ca, da Subcomissão de Princípios Gerais, Intervenção do Estado, Re­gime da Propriedade do Subsolo e da Atividade Econômica, e su­plente da Subcomissão da Edu­cação, Cultura e Esportes, da Co­missão da Família, da Educação, Cultura e Esportes, da Ciência e Tecnologia e da Comunicação.

 

Comentários