Política & Justiça

MEC atrasa implantação das universidades

diario da manha
Senadora Lúcia Vânia: demora na instalação das universidades(FOTO:DIVULGAÇÃO)

As Universidades Federais de Catalão UFCat) e Jatai (UFJ), cria­das em março desde ano a partir do desmembramento da Univer­sidade Federal de Goiás (UFG), ainda aguardam a nomeação pelo Ministério da Educação (MEC) da universidade tutora que vai definir a gestão provisó­ria das duas unidades.

A expectativa era que o MEC indicasse a universidade tuto­ra na semana seguinte a sanção presidencial, que ocorreu no dia 20 de março. Segundo a direto­ra da UFCat, Roselma Lucchese, esse atraso está prejudicando a implantação das universidades. “O ideal seria que a lei que criou as universidades já indicasse a tutora”, observa a diretora.

Caberá à tutora nomear uma reitoria temporária responsável pela elaboração do novo regi­mento das universidades. “Havia uma expectativa de que a UFG fosse a indicada, mas com a troca do ministro da Educação, Men­donça Filho, o processo ficou pa­ralisado”, explica Roselma.

A senadora Lúcia Vania (PSB), relatora dos projetos na Comis­são de Educação do Senado, está preocupada com essa demora na definição da universidade tutora, lembrando que a luta de senado­res, deputados federais, professo­res e prefeitos de Goiás para a cria­ção das universidades já faz duas décadas. “São vinte anos de luta. Vinte anos de espera”, destacou.

Como homenagem aos esforços da bancada goiana no Senado, Lú­cia Vânia repassou a relatoria do pa­recer sobre o PLC 7/2018, que criou a UFJ, ao senador Ronaldo Caia­do (DEM). “A parceria com o sena­dor na comissão agilizou a aprova­ção dos projetos”, justificou. “Tanto ele quanto eu temos uma satisfa­ção muito grande em poder rela­tar esse projeto ”, afirmou á época.

 

Comentários