Política & Justiça

Polícia Federal cumpre mandados da Lava Jato em Goiânia

diario da manha

A Operação Tira Teima foi deflagrada nesta terça-feira (10/04) pela Polícia Federal (PF), que investiga pagamentos de vantagens indevidas por um grupo empresarial a políticos. Essa ação é mais um desdobramento da Lava Jato.

De acordo com a PF, o ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, autorizou oito mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em Goiânia, São Paulo e Fortaleza.

Segundo o G1, a operação foi deflagrada após delação do ex-diretor de relações institucionais da Hypermarcas, Nelson Melo, que afirmou ter repassado R$ 5 milhões para a campanha do presidente do Senado, Eunicio Oliveira (MDB-CE), ao governo do Ceará em 2014 por meio de contratos fictícios.

A empresa se pronunciou sobre o caso. Leia a íntegra da resposta:

” FATO RELEVANTE

A HYPERA S.A. (“Companhia”), em cumprimento ao disposto no art. 157, §4o, da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976 e na Instrução CVM no 358, de 3 de janeiro de 2002, informa que, nesta data, está em
curso busca e apreensão pela Polícia Federal que, de acordo com as informações apuradas até o momento, está relacionada a acordo de colaboração premiada celebrado pelo Sr. Nelson José de Mello, ex-Diretor de Relações Institucionais da Companhia, o qual foi objeto do Aviso de Fato Relevante divulgado em 28 de junho de 2016, bem como de outros comunicados divulgados pela Companhia naquele ano.

A Companhia reitera que (a) está colaborando e colaborará com as investigações; (b) os atos praticados pelo ex-executivo foram objeto de auditoria conduzida por assessores externos, a qual concluiu que o Sr. Nelson José de Mello autorizou, por iniciativa própria, despesas sem as devidas comprovações das prestações de serviços; (c) foi ressarcida pelos prejuízos sofridos; e (d) não se beneficiou de quaisquer atos praticados isoladamente pelo ex-executivo.

São Paulo, 10 de abril de 2018
HYPERA S.A.
Breno Toledo Pires de Oliveira

Diretor Executivo Financeiro (CFO) e de Relações com Investidores”

 

(Foto: Vagner Rosário)

Comentários