Política & Justiça

Após internações, Roriz aparece sorridente

diario da manha
Roriz, ao lado da ex-distrital Eliana Pedrosa (Pros) e da mulher, Weslian(FOTO:DIVULGAÇÃO)

Combalido pela diabetes e por insuficiência renal crônica, o ex-governador do Distrito Fe­deral, Joaquim Roriz (sem parti­do) apareceu sorrindo e aparen­temente bem disposto, semana passada. O registro ocorreu na casa da família, no Park Way, em Brasília. O ex-governador estava ao lado da mulher, Weslian, e da ex-distrital Eliana Pedrosa (Pros).

Após as recentes internações hospitalares, é a primeira vez em que o político aparece posando para fotos. “Fiquei muito impres­sionada com a melhora dele. Esta­va muito falante e contando mui­tas histórias”, afirmou Eliana.

Escolhida para receber apoio do clã para a possível candidatu­ra ao Palácio do Buriti, Eliana Pe­drosa contou que a visita ao ex­-governador foi por uma questão meramente pessoal. “Fazia tem­po que queria vê-los. Mas não fa­lamos de política, nem com ele e nem com dona Weslian. O mo­mento era outro”, pontuou.

AMPUTAÇÕES

Diabético e doente renal crô­nico, o quadro de saúde do ex­-governador se agravou nos úl­timos anos. Em agosto de 2017, Roriz precisou amputar dois de­dos do pé esquerdo por causa da diabetes. O político voltou ao hospital 11 dias depois e teve par­te da perna direita amputada, na altura do joelho.

Dois anos antes, em novembro de 2015, Roriz ficou quase uma se­mana internado após um quadro de hipertensão e taquicardia. Na ocasião, o ex-governador preci­sou se submeter a um cateterismo.

 

 

Fazia tempo que queria vê-los. Mas não falamos de política, nem com ele e nem com dona Weslian. O momento era outro”

Ex-deputada Eliana Pedrosa

 

Comentários