Política & Justiça

Mais R$ 159 milhões em investimentos

diario da manha
Empresários que desejarem empréstimo junto ao FCO devem se dirigir a agências do Banco do Brasil, Goiás formento e Sicoob Cred(FOTO:DIVULGAÇÃO)

O Conselho de Desenvolvimen­to do Estado (CDE) aprovou, na última nesta terça-feira, 44 cartas­-consultas do Fundo Constitucio­nal do Centro-Oeste (FCO). Dos R$ 182,06 milhões pleiteados, fo­ram liberados R$ 159,48 milhões. Esses recursos vão gerar 520 em­pregos diretos em Goiás.

A reunião foi presidida pelo secretário Estadual de Desen­volvimento, Leandro Ribeiro, e aconteceu no auditório da So­ciedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), em Goiânia. Durante o evento, o secretário e presidente do CDE, Leandro Ri­beiro, recebeu uma homenagem dos conselheiros e do Banco do Brasil pelo trabalho desenvolvi­do à frente do conselho.

O FCO Rural liderou os pedi­dos com 40 cartas-consultas. En­tre elas, o recurso liberado para a empresa Caçu Comércio e In­dústria de Açúcar e Álcool Ltda, de Vicentinópolis, deve gerar 250 empregos diretos com a cons­trução de silos de grãos e tanque para armazenamento de álcool.

Os outros investimentos apro­vados serão realizados nas cidades de Palminópolis, Silvânia, Palmei­ras de Goiás, Itumbiara, Itapirapuã, Indiara, Formoso, Cachoeira Alta, Caiapônia, Orizona, Diorama, Ipa­meri, Mozarlândia, Jataí, Quirinó­polis, Nova Crixás, Paraúna, Santa Rita do Araguaia, Porangatu, Itapa­ci, Campo Alegre de Goiás, Nova Crixás, Perolândia, Cachoeira Dou­rada e Montividiu. Outras quatro cartas-consultas foram destinadas ao programa empresarial, em Jataí, Goiânia, Goianira e Catalão.

Comentários