Política & Justiça

Ato a favor de Bolsonaro e ministro Sérgio Moro reuniu 2 mil pessoas em Goiânia

diario da manha

Cerca de 2 mil manifestantes, segundo a equipe da organização, se reuniram em um ato neste domingo (30), em Goiânia, em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, ao ministro Sérgio Moro e à Operação Lava Jato. Eles começaram a se concentrar em frente à sede da Polícia Federal por volta de 14h30.

Vestidos com camisetas nas cores verde e amarela e cantando o hino nacional, os manifestantes empunharam cartazes pedindo o fim da corrupção, apoio a Operação Lava Jato e uma reestruturação no Supremo Tribunal Federal (STF).

Carros de som e um veículo com um telão acompanharam o ato. As manifestações deste domingo são organizadas pelos Movimentos Vem pra Rua, Brasil Livre e Nas Ruas

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) interditou a Avenida Edmundo Pinheiro e Alameda Coronel Eugênio Jardim na altura em frente à Polícia Federal para que acontecesse a manifestação.

Durante o ato, membros dos grupos que convocaram a manifestação discursaram, apoiando o atual governo, pedindo a aprovação do pacote anticrime e da reforma da Previdência.

Por volta das 16h50, ao som de músicas de protesto, manifestantes seguiram em direção ao Parque Vaca Brava. Após chegarem ao local e seguirem com protesto, por volta das 17h50 a manifestação foi encerrada.

Além de Goiânia, outras 70 cidades realizaram manifestações em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, ao ministro Sérgio Moro e à Operação Lava Jato.

Comentários