Política & Justiça

Decreto das armas é derrotado na CCJ

diario da manha

Por 15 votos a 9, o parecer do senador Marcos do Val (Cidadania-ES) favorável ao decreto das armas do presidente Jair Bolsonaro foi rejeitado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

Os senadores viram inconstitucionalidade no texto presidencial que ampliou o acesso a armas a diversas categorias como políticos, jornalistas, advogados e agentes de trânsito.

Em maio, medidas como a posse de fuzis, carabinas e espingardas para cidadãos comuns foram vetadase depois da repercussão negativa dos excessos do decreto.

O texto aprovado na comissão segue agora para plenário do Senado antes de seguir para a Câmara.

tags:

Comentários