Política & Justiça

Bolsonaro acusa ONGs por estarem por trás das queimadas na Amazônia

Número de focos de queimadas em todo o Brasil neste ano já é o mais alto dos últimos sete anos, segundo Inpe.

diario da manha
Foto/Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta quarta-feira (21/8) que considera que Organizações Não Governamentais (ONGs) que recebiam recursos do exterior podem estar por trás do aumento nas queimadas que ocorrem na floresta amazônica.

Segundo o representante do executivo, a intenção seria fazer uma “campanha” contra o governo federal. Bolsonaro também acusou alguns governadores da região de serem “coniventes” com os incêndios criminosos.

“O crime existe. Isso temos que fazer o possível para que não aumente, mas nos tiramos dinheiro de ONGs, 40% ia para ONGs. Não tem mais. De modo que esse pessoal está sentindo a falta do dinheiro. Então pode, não estou afirmando, ter ação criminosa desses ongueiros para chamar atenção contra minha pessoa, contra o governo do Brasil” , afirmou o presidente do Brasil.

Entre janeiro e agosto, queimadas aumentaram 83% em relação a 2018

A declaração de Bolsonaro vem de encontro com um levantamento realizado pelo Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgado nesta semana. Segundo a pesquisa, o número de focos de queimadas em todo o Brasil neste ano já é o mais alto dos últimos sete anos.

Desde 1º de janeiro até a última terça-feira (20/8) foram contabilizados 74.155 focos, alta de 84% em relação ao mesmo período do ano passado. O recorde anterior ocorreu em 2016, quando foram registrados 66.622 focos

Comentários