Política & Justiça

Ex-secretário de Fazenda e Desenvolvimento Econômico do RJ, Júlio Bueno, morre hoje aos 64 anos

Júlio Bueno faleceu após um infarto fulminante. O velório será nesta segunda-feira (19), a partir das 7h, no Memorial do Carmo. O corpo será cremado partir de 11h do mesmo dia

diario da manha
Foto: Reprodução

Na manhã deste domingo (18), Júlio Bueno, ex-secretário de Fazenda do Estado do Rio de Janeiro, faleceu em sua casa, vítima de um infarto fulminante. Bueno tinha 64 anos e deixa dois filhos e três netas e morreu na capital do Rio de Janeiro.

O velório será nesta segunda-feira (19), a partir das 7h, no Memorial do Carmo. O corpo será cremado partir de 11h do mesmo dia.

Carreira de Júlio Bueno

Júlio foi secretário de governo por um ano e cinto meses, iniciando os trabalhos em fevereiro de 2015, no governo de Luiz Fernando Pezão. Após deixar o cargo, ele se tornou assessor especial do gabinete do governador do Rio de Janeiro, na época.

Ele também ocupou a pasta de Desenvolvimento Econômico durante a gestão de Sérgio Cabral e anteriormente, ocupou o mesmo cargo no Espírito Santo.Júlio Bueno também foi presidente do Inmetro e da BR Distribuidora.

Hoje em dia, Júlio atuava como empresário e consultor. Apaixonado pelo time de futebol Fluminense, ele concorreu à presidência do clube em 2010 e ocupou o cargo de vice-presidente de marketing do clube.

Comentários