Política & Justiça

Juliano Araújo promotor do meio ambiente concederá entrevista sobre queimadas, reciclagem e educação ambiental

diario da manha

Iniciativas práticas são importantes em meio a um mundo de denuncismos desenfreados, “fake news” e projetos bem intencionados que não saem do papel. A verdade é que muito é falado, mas, muito pouco é feito pela proteção ao meio ambiente no Brasil. Existem entidades, secretarias, delegacias, ongs, partidos políticos e todo tipo de parafernália burocrática organizacional voltada para a preservação ecológica com inexpressivo ou nenhum resultado prático. Desde que eu me tenho por gente se fala em combate ao desmatamento, queimadas, desperdício, reciclagem do lixo, etc, no entanto as coisas sempre pioram numa inexplicável “mise em scene” teatral, sem ação das pessoas ou do poder público. Basta olhar para os lados e verificar o que a população sabedora de suas obrigações, faz no seu dia a dia: sujeira nas ruas e total descaso e agressão ao meio ambiente.
Portanto, iniciativas de quem não tem nada a “ganhar” com isso em termos de interesse pessoal, são eternamente louváveis. Na verdade, quem realmente faz acontecer com seriedade a pauta ambientalista desse país está pouco preocupado com os “louros” que possam advir. É apenas um cidadão agindo em benefício da população.

O representante do MP será entrevistado pelo jornalista Douglas Bucalem, apresentador do programa Cidadania da Rádio Líder 87,9 fm

Como aqui usando uma frase comum em dizer que nem tudo está perdido, iniciativas como a do Ministério Público de Goiás, fazendo-se não só presente como fiscalizador, mas agente de mudanças, enchem de esperança o ideal de bem servir a população. A palavra mágica é parceria.

Na verdade existem agentes sociais, que se não existissem, a ação também não se realizaria. Verdadeiros brasileiros fazendo uso da sua cidadania, como é o caso do promotor de Justiça da 18 Vara Ambiental Juliano Araújo de Barros “padrinho” da iniciativa, até hoje conhecido pelas suas ações eminentemente fiscalizadoras. Podemos render homenagens a dezenas de outros envolvidos, muito na condição de ilustres desconhecidos que batalharam com afinco, mas esses propositalmente citados, são exemplos de conduta em prol da coletividade.

Alguém tem que fazer a “costura” ou amarração. O MP, através desses Senhores, fez o protagonismo de quem tira do papel e coloca em prática a inclusão social e o verdadeiro respeito pelo meio ambiente, nesse caso específico de políticas públicas voltadas para as necessidades das população não incluídas no nosso espectro social extremamente excludente.

A população goiana terá a valiosa oportunidade de conhecer mais sobre o promotor de justiça Juliano Araújo de Barros e sua obra de relevante benefício a população. Discreto em divulgar suas ações, mais notável no efeito prático produzido por elas. O representante do MP será entrevistado pelo jornalista Douglas Bucalem, apresentador do programa Cidadania da Rádio Líder 87,9 fm, acompanhe no dia 18 de setembro próximo, nos nossos canais de radiodifusão e redes sociais. Convidamos a todos ouvirem atentamente como habitantes que torcem e fazem uma Goiânia mais ainda premiada em seu bem mais precioso, a qualidade de vida.

Comentários