Política & Justiça

Lula deve ir para regime semiaberto

Pedido para que o ex presidente cumpra a prisão domiciliar foi feito por procuradores da Lava jato e do Ministério Público Federal

diario da manha
Lula deve ir para semiaberto | Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (27), o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vá para o regime semiaberto. Lula está preso desde 7 de abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.

O ex-presidente foi detido por lavagem de dinheiro no processo sobre o caso do triplex em Guarujá (SP) e corrupção passiva. A denúncia é que Lula recebeu o triplex como propina da construtora OAS em troca de favorecimento da empresa perante contratos com a Petrobras.

O documento enviado à Justiça é assinado por Deltan Dallagnol e os outros 13 procuradores da Operação Lava Jato . Ele afirma que Lula apresenta bom comportamento e pede que a defesa do ex-presidente seja ouvida para a determinação da progressão de regime.

“[…] o cumprimento da pena privativa de liberdade tem como pressuposto a sua execução de forma progressiva, consoante estabelecido no art. 112 da Lei de Execuções Penais (LEP), visando à paulatina reinserção do preso ao convívio social. Trata-se de direito do apenado de, uma vez preenchidos os requisitos objetivos e subjetivos, passar ao cumprimento da pena no regime mais benéfico”, consta a documento.

Defesa de Lula afirma que o foco ainda é provar a inocência do ex-presidente

A defesa de Lula afirma que quer focar em provar a inocência do réu pois não reconhece a condenação dele como justa. Contudo, perante a manifestação do MPF, o advogado Cristiano Zanin disse que irá conversar com o ex-presidente sobre a possibilidade, na próxima segunda (30).

“O ex-presidente Lula deve ter sua liberdade plena restabelecida porque não praticou qualquer crime e foi condenado por meio de um processo ilegítimo e corrompido por flagrantes nulidades”, diz a defesa.

Com informações do G1

Comentários