Política & Justiça

Reprovação ao governo Bolsonaro sobe de 33% para 38%, segundo Datafolha

Cerca de 30% dos entrevistados classifica o governo como “regular”

diario da manha
Foto/Reprodução

Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha nesta segunda-feira (2/9), a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro (índice de pessoas que consideram a administração ruim ou péssima) cresceu de 33% para 38%, em comparação com o último levantamento, feito no início de julho. Cerca de 30% dos entrevistados classifica o governo como “regular” e 29% o consideram “bom” ou “ótimo”.

O levantamento foi realizado com base na entrevista de 2.878 pessoas com mais de 16 anos em 175 municípios. Em comparação ao último levantamento, a aprovação do presidente diminuiu – dentro da margem de erro de dois pontos percentuais para ou mais para menos -, de 33% em julho para 29%. Já a avaliação do governo como regular ficou tecnicamente estável: de 31% para 30%.

Em recortes populacionais, os índices de rejeição entre moradores do Nordeste, desempregados e mulheres, chegaram há 52%, 48% e 43%, respectivamente. Além disso, a reprovação ao governo Bolsonaro entre os que se dizem “ateus” é de 76%.

Entre os grupos que mais aprovam o governo, destacam-se empresários (48%), evangélicos neopentecostais (46%), moradores do Sul e Centro-Oeste (37%) e homens (33%). Já entre quem votou no Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2018, uma parcela de 57% creem que o governo é “bom” ou “ótimo”. Já entre os que votaram em Fernando Haddad (PT), 69% reprovam a atual administração.

Comentários