Política & Justiça

STF reabre 900 investigações após decisão de uso de dados

Após a decisão do STF de autorizar o compartilhamento de informações financeiras de investigados, cerca de 900 investigações vão ser retomadas.

diario da manha
Foto: Reprodução

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal  (STF) de permitir a órgãos de inteligência financeira, o compartilhamento de informações sigilosas, ,cerca de 900 investigações vão ser retomadas, incluindo os processos contra o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ).

Na última quinta-feira(28/11) após o resultado liberando o compartilhamento de informações sem necessidade de autorização judicial, o presidente da Corte, Dias Toffoli, esclareceu que a medida liminar dada por ele estava automaticamente derrubada, liberando os cerca de 900 processos.

A defesa de Flávio havia recorrido ao STF alegando que o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), hoje a UIF, sobre movimentações atípicas em suas contas bancárias, seria uma quebra de sigilo financeiro. A reclamação do senador foi atendida em julho por Toffoli, que paralisou as investigações.e posteriormente pelo ministro Gilmar Mendes.

Logo após a decisão, o próprio ministro afirmou que, com a revogação da liminar de Toffoli, a decisão dele também será revogada. Já na próxima quarta-feira (04/12/2019), os ministros irão definir como será a orientação para o compartilhamento das informações.

Com informações do Correio Braziliense

Comentários