Rio Verde

Sobrinho é principal suspeito de matar idosa e roubar dinheiro, em Rio Verde

Suspeito estava em liberdade há 10 dias, após ser preso por roubo e agredir a vítima no momento do crime.

diario da manha
Foto: Reprodução

Uma idosa de 83 anos foi morta no início da noite da última segunda-feira (15/7), com uma pancada na cabeça, causada por um objeto contundente e teve a bolsa com dinheiro roubada, no Bairro Popular, em Rio Verde, a 238 quilômetros de Goiânia.

O caso foi registrado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Rio Verde, que compareceu a cena do crime após o ocorrido e o delegado do GIH, Adelson Candeo Júnior deu mais detalhes sobre o crime.

Conforme o delegado, a vítima foi identificada como Eva Maria Martins Bizelli, de 83 anos, e ela estava dentro de sua residência quando o sobrinho de consideração dela, que não teve o nome revelado, usou um objeto que até o momento não identificado para matá-la com um golpe na cabeça.

“O principal suspeito do crime é um sobrinho de criação dela, pois eles não tem laços sanguíneos. No local do crime nós encontramos a idosa no chão, sem vida e com marcas de uma pedrada no braço e um corte com um formato de v na cabeça, porém a princípio o objeto usado para matar a idosa não foi encontrado”, conta Adelson Candeo.

Sobrinho além de matar a idosa, levou bolsa com dinheiro da vítima

Conforme o delegado apesar do caso ter sido registrado pelo GIH, a investigação vai ficar a cargo do Grupo de Investigação de Crimes Patrimoniais, pois foi caracterizado o latrocínio, uma vez que a vítima teve pertences roubados.

“Além de matar a vítima, o suspeito levou com ele uma bolsa com uma quantia em dinheiro que varia entre R$ 2 e R$ 3 mil reais, caracterizando o latrocínio”, explica o delegado.

Conforme Adelson Candeo Júnior, o suspeito fugiu logo após o crime e segue foragido. O delegado afirmou também que o sobrinho de criação da vítima tinha deixado a prisão há 10 dias, pois estava preso por roubo e lesão corporal, após agredir a vítima durante o assalto.

Comentários