Rio Verde

Rio Verde lidera geração de empregos no interior

Município só ficou atrás de Goiânia na criação de postos de trabalho nos últimos 12 meses

diario da manha

Segundo dados do Caged, Rio Verde foi a cidade que mais gerou empregos no primeiro semestre de 2019 no interior do Estado. O município, no Sudoeste Goiano, também foi o que mais abriu vagas de trabalho com carteira assinada no período de junho de 2018 a junho deste ano. Um saldo positivo de 2.125 novos postos, com aumento de 4,13%.

Geração de Empregos em Goiás nos últimos 12 meses

Considerado a Capital do Agronegócio, o município tem diversificado cada vez mais a produção e recebido investimentos externos. A Crown Embalagens, que está finalizando um investimento de R$ 350 milhões, vai começar a produção anual de 1 bilhão de latas metálicas ainda neste semestre. A indústria deve empregar mais de 600 pessoas. Esta semana a BRF anunciou que a fábrica de ração na cidade terá a capacidade elevada em 30%. Produtores integrados que haviam sido alvo de distratos de seus contratos com a empresa agora estão retomando as atividades.

Prefeito Paulo Faria do Vale está preparando Rio Verde para ser um dos maiores exportadores de tecnologia do Brasil

Segundo o prefeito Paulo do Vale, o município com população estimada em 242.986 habitantes está sendo preparado para se tornar um dos maiores exportadores de tecnologia do País. Com apoio e incentivo do poder público municipal, um projeto do IF Goiano para a construção de um parque científico-tecnológico já começou a sair do papel para abrigar instituições de pesquisa e desenvolvimento, empresas de base tecnológica e aceleradoras de empresas.

Evolução do Emprego

“Rio Verde já recebe a maior feira de tecnologia agrícola do Brasil, que é a Tecnoshow”, aponta Paulo do Vale. Ele conta que investe na internacionalização do evento e também no intercâmbio com outros países através do conceito de cidades-irmãs. Recentemente ele se reuniu com o representante da Abu Dhabi Fund for Development – ADFB (Fundo de Desenvolvimento de Abu Dhabi), Sharif Alsuwaidy, para tratar de investimentos e troca de conhecimentos.

Planejamento

A partir dos anos 2000, com a instalação da Perdigão (hoje BRF-Brasil Foods), Rio Verde experimentou uma explosão demográfica e um crescimento desordenado. Nos últimos anos, a cidade não parou de crescer, mas com planejamento e investimentos em setores cruciais, como a mobilidade urbana.Nos últimos três anos, a população cresceu 14,49% e a frota subiu de 126.459 para 142.622 veículos. Mesmo assim, o número total de acidentes foi reduzido em 46,08% e a taxa de acidentes com vítimas caiu 66,71% no mesmo período.

Um estudo realizado por pesquisadores da USP/São Carlos mostrou que, tomando como referência os 26 núcleos paulistas com população acima de 200 mil habitantes, Rio Verde hoje ocuparia a terceira posição em mobilidade urbana, à frente de cidades como Ribeirão Preto e Sorocaba. Três anos atrás, na mesma comparação, a cidade amargaria a penúltima colocação.

  • Vista Noturna da Cidade de Rio Verde – GO

Na segurança pública, o município deixou a lista de cidades mais violentas do Estado. A criação da Guarda Civil Municipal e a união das forças de segurança são apontadas pela queda brusca nos índices de criminalidade. Em 2014, a cidade ultrapassou mais de 100 homicídios no ano. No primeiro semestre de 2019, foram 19 casos.

Comentários