Serviços

Vai viajar? Confira 6 dicas essenciais para não extrapolar o orçamento

diario da manha

Com a chegada do fim do ano, a procura por viagens aumenta consideravelmente. Muitas famílias aproveitam o período de férias escolares dos filhos ou mesmo os possíveis recessos de Natal e Réveillon para descansar e renovar as energias. Mas, em tempos de cenário econômico desfavorável, precisamos rever alguns passos do planejamento financeiro de uma viagem para que corra tudo bem e não prejudique a vida financeira da família.

A primeira dica do professor de Economia, Lucas Furtado, para fazer uma economia na viagem é o planejamento antecipado com pelo menos seis meses de antecedência, pois é nesse período que se consegue melhores negociações promocionais com hotéis, passagens e traslados. Na hora de planejar o especialista relata que deve ser considerado o tempo que ficará na viagem, o número de pessoas que vão participar, a forma de deslocamento (carro, avião, ônibus), a quantidade de diárias em hotel, previsão orçamentário dos gastos diários e uma simulação das despesas extras ou de emergências.

Já a segunda dica do especialista é fazer uma poupança para a viagem, uma vez que deste modo quando o mês chegar o seu orçamento não estará comprometido.

A terceira é o uso do transporte público: Em uma cidade que você não conhece, é muito cômodo andar de táxi para cima e para baixo. Por outro lado, isso não combina em nada com uma viagem de baixo custo. Se planejar e pesquisar antes, é possível entender o transporte público do destino e tirar proveito disso.

Saiba onde comprar os presentes: Na hora de comprar lembrancinhas, evite lojas de hotéis ou aquelas localizadas em locais de grande circulação de turistas, pois elas são normalmente mais caras. O professor alerta para procurar estabelecimentos alternativos.

Lugares com entrada grátis – Muitas cidades ao redor do mundo tem pontos turísticos que não cobram entrada. Antes da viagem, entre no site dos lugares que pretende visitar e veja se a instituição oferece gratuidade, pelo menos em algum dia da semana.

A sexta e última preciosa dica é sobre alimentação – Na hora das refeições, peça sugestões para as pessoas que moram no local. Elas conhecem bons lugares e, normalmente, a preços bem mais em conta do que aqueles voltados para turistas.

(Foto: ilustrativa reprodução Internet)

 

Comentários

Mais de Serviços

20 de agosto de 2018 as 10:18

CASAG lança Livraria Virtual