Home / Tech

TECH

SpaceX: Mega-foguete Starship

SpaceX completa (finalmente) com sucesso o voo de teste do mega-foguete Starship

Imagem ilustrativa da imagem SpaceX: Mega-foguete Starship

SpaceX completa (finalmente) com sucesso o voo de teste do mega-foguete Starship

Este foi o quarto lançamento do maior e mais poderoso foguete do mundo, que mede quase 121 metros. Os três primeiros testes terminaram em explosões.

A empresa SpaceX de Elon Musk realizou seu primeiro voo de teste completo do foguete Starship.

Este foi o quarto lançamento do maior e mais poderoso foguete do mundo, no qual a NASA conta para enviar humanos a Marte.

A nave espacial atingiu uma altitude de quase 211 km e se moveu a mais de 26.000 quilômetros por hora antes de iniciar sua descida controlada.

Partes da nave se desprenderam durante a reentrada atmosférica, mas ela atingiu o local de pouso previsto no Oceano Índico.

“Apesar da perda de muitas telhas e de um aileron danificado, o Starship conseguiu pousar suavemente no oceano!” declarou Elon Musk, CEO da SpaceX, via X.

A SpaceX quase conseguiu evitar uma explosão em março, mas o contato foi perdido com a nave espacial enquanto ela se afastava no espaço. Ela acabou sendo destruída antes de atingir seu objetivo. O booster também teve problemas nesse dia.

Os dois voos de teste em 2023 terminaram em explosões logo após a decolagem do extremo sul do Texas, perto da fronteira com o México. O primeiro causou uma cratera na plataforma de lançamento da Boca Chica Beach e lançou destroços a quilômetros de distância.

A SpaceX atualizou o software e fez algumas modificações no retorno do foguete para melhorar as chances de sucesso. A Administração Federal de Aviação aprovou na terça-feira este quarto lançamento, declarando que todos os requisitos de segurança foram atendidos.

O Starship foi projetado para ser totalmente reutilizável. É por isso que a SpaceX deseja controlar a entrada do booster no Golfo do México e a descida da nave espacial no Oceano Índico. Nada foi recuperado do voo de quinta-feira.

O último teste permitiu “fazer progressos consideráveis” em direção a esse objetivo, declarou a empresa em seu site.

A NASA encomendou um par de Starships para duas missões de alunissagem de astronautas, previstas para o final da década. Cada tripulação lunar usará o foguete e a cápsula da NASA para deixar a Terra, mas se reunirá com o Starship em órbita lunar para descer à superfície.

A SpaceX já está vendendo viagens turísticas ao redor da lua. O primeiro cliente lunar privado, um magnata japonês, desistiu da viagem com seu grupo na semana passada, citando frequentes atrasos no cronograma.

O fundador e CEO da SpaceX tem projetos mais ambiciosos: Musk planeja frotas de naves espaciais transportando pessoas e a infraestrutura necessária para construir uma base em Marte.

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias