Home / Cotidiano

COTIDIANO

Rir além de ser contagiante, trás benefícios à saúde

Um vídeo ganhou as redes sociais há algum tempo atrás e mostra como rir pode ser contagiante. Nas imagens vemos uma pessoa dentro de um trem e que sem mais nem menos começa a rir, as pessoas dentro do veículo são contagiadas e também passam a rir com ele, mesmo sem saber o motivo.

Afinal como poderia uma risada não ser contagiante, e não é atoa que nós vamos falar sobre o Riso, até porque neste sábado é comemorado o Dia Nacional do Riso. E rir é claro além de ser uma maneira de descontração trás benefícios para a saúde.

É o que diz o Psicólogo, Alexander Bez, que rir é capaz de diminuir fatores psicológicos negativos provocados pelo estresse, além de atuar também para manter a depressão e atenuar a ansiedade além de é claro aumentar a autoestima.

"Basicamente deixa a pessoa mais feliz por ela se distrair ao longo do dia. O fato de rir está associado ao prazer que é ao contrário do que a pandemia traz, dessa forma a pessoa se desconecta dessa realidade cruel pandêmica podendo ter momentos de "suspensão psicológica", comenta.

No entanto o profissional lembra que embora possamos ter esse momento de distração, é preciso estarmos cientes da realidade que vivemos em virtude do atual cenário.

Rir faz com que possamos injetar ânimo e positividade

Bez ressalta que nesses momentos de descontração conseguimos ter instantes de tranquilidade, e que ao rir estamos injetando ânimo e positividade na medida correta. "Não podemos compactuar com "positividade tóxica", que é outra coisa", aleta o profissional.

O médico afirmar que rir se tornou um momento raro de prazer, em função da correria do dia a dia com trabalho, faculdade e outros afazeres que temos todos os dias. E pontua "Temos que usar a criatividade no sentido real positivo para escapar de todo esses estresse já inserido em nosso pragmatismo diários que mina as nossas resistências físicas e mentais. Que como consequência nos faz adoecer em virtude da baixa imunidade que o estresse provoca. Por essa razão rir pode ser a solução mesmo que vindo de fontes externas como por exemplo: o contato com pessoas alegres, divertidas e comédias", comenta.

E para que possamos ter esses momentos de descontração, e fazer com que o riso não seja algo raro, Alexander Bez, afirma que é preciso incentivar o humor e se afastar de pessoas negativas e/ou sombrias, e não levar o excesso de trabalho para casa, para que possamos assim manter o alto-astral e evitar doenças como a Síndrome de Burnout, além de é claro aumentar e trabalhar a autossatisfação para ficar mais propenso ao riso.

Neuropsicóloga salienta que rir fortalece o sistema imonológico

A Neuropsicóloga Júlia Penna afirma que rir traz diversos benefícios. De acordo com ela, estudos mostram que ao rir somos capazes de liberar endorfinas, o que faz com que tenhamos uma sensação de bem-estar, e que além disso é capaz de fortalecer o nosso sistema imunológico, de forma que alivia o estresse, as tensões e dores.

"Rir também aumenta a longevidade (pessoas que sorriem muito durante a vida têm uma expectativa de vida de 5 a 7 anos mais longa), exercita o cérebro e músculos (o corpo humano pode chegar a movimentar até 80 músculos durante o riso) e nos faz ver as coisas de forma diferente e com mais criatividade", comenta.

Quando questionada sobre a saúde mental, Júlia salienta que pelo fato de rir pode reduzir os sintomas de ansiedade, depressão e o sentimento de medo. "Rir gera empatia e confiança nas pessoas, ajuda a resolver conflitos, atrai mais pessoas e promove laços sociais. As práticas de sorrir internamente (sorrir para si mesmo) e principalmente, de rir de si mesmo, não se levar tão a sério, também trazem grandes contribuições à nossa saúde mental, pois suavizam os problemas e deixam as situações mais leves e mais fáceis de lidar", comenta.

A profissional explica que ao rir diversos músculos se contraem e em razão disso o diafragma se contrai, o coração tem batimentos acelerado, a pressão arterial sobe e as pupilas dos olhos dilatam. E em razão disto o simples fato de rir permitir aumentar a oxigenação do corpo, uma maior absorção de oxigênio pelos pulmões, melhora na digestão, uma sensação maior de relaxamento e redução da dor, efeito anti-inflamatório nas juntas e ossos, reduz a tensão muscular, as lágrimas contam com mais imunoglobinas e por fim o riso reduz a quantidade de hormônio cortisol, responsável pelo stress, no corpo humano.

Confira os benefícios do Riso

• Aumento da oxigenação. Com o aumento dos batimentos, há um maior fluxo sanguíneo pelo corpo, gerando uma maior oxigenação dos tecidos.
• Maior absorção de oxigênio pelos pulmões por inalamos mais ar, e a expiração ficar mais forte. Com isso, há uma maior ventilação pulmonar e eliminação do excesso de dióxido de carbono e de vapores residuais, deixando os pulmões mais limpos.
• Melhoria da digestão: Os músculos mais trabalhados durante uma gargalhada são os abdominais. Os movimentos funcionam como uma espécie de massagem para o sistema gastrointestinal.
• Maior sensação de relaxamento e redução da dor: O cérebro e o corpo produzem endorfinas, analgésicos internos que promovem o relaxamento e combatem a dor.
• O riso possui um efeito anti-inflamatório nas juntas e ossos. Ele pode reduzir a inflamação e aliviar a dor em condições artríticas.
• Há uma redução da tensão muscular depois do riso.
• As lágrimas passam a ter mais imunoglobulinas – um anticorpo que é a primeira linha de defesa contra algumas infecções virais e bacterianas.
• O cortisol, hormônio do estresse produzido pelas glândulas suprarrenais, é reduzido. O nível de cortisol aumenta de forma nociva durante o estresse e diminui significativamente com o riso.

Leia também:

Mais vídeos:

  • COTIDIANO

    Acidente com quatro veículos deixa pista de rodovia interditada por 50 minutos

    Motorista de carreta disse à polícia que desviou de uma motocicleta que entrou de forma inesperada na frente do seu veículo

    Publicado quarta-feira, 12 de junho de 2024 - 07:43

    / Atualizado quarta-feira, 12 de junho de 2024

  • COTIDIANO

    Fogo atinge caldeira de edifício na Avenida T-11

    Alguns trabalhadores no local correram para o outro lado da rua, enquanto outros ainda não conseguiram sair do prédio

    Publicado terça-feira, 11 de junho de 2024 - 10:56

    / Atualizado terça-feira, 11 de junho de 2024

  • COTIDIANO

    Motociclista morre em acidente após moto pegar fogo

    Segundo as informações divulgadas a vítima estava na contramão da rodovia no momento do batida

    Publicado terça-feira, 11 de junho de 2024 - 08:03

    / Atualizado terça-feira, 11 de junho de 2024

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias