Anápolis

Acidente entre carros de passeio mata duas pessoas em Anápolis

Os ocupantes do Monza não resistiram aos ferimentos e morreram no local

diario da manha
Foto: Reprodução

No final da noite da última segunda-feira (12/8), duas pessoas morreram em um acidente no km 437 da BR-414, em Anápolis, na Região Central de Goiás, a 55 quilômetros da capital, após uma colisão transversal entre dois veículos de passeio. Um casal que não foi identificado, com idades de aproximadamente 40 anos, foi vítima do acidente quando viajavam em um carro GM Monza.

Ao tentar cruzar a rodovia o veículo colidiu transversalmente com um VW Gol. Com o impacto os ocupantes do Monza não resistiram aos ferimentos e acabaram morrendo no local. O motorista do Gol não possuía carteira de habilitação e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado para o Hospital de Urgências de Anápolis (HUANA).

Dados do Conselho Federal de Medicina (CFM) mostram que os acidentes no trânsito deixaram mais de 1,6 milhão de brasileiros feridos nos últimos dez anos e representam um custo de cerca de R$ 2,9 bilhões para o Sistema Único de Saúde (SUS). Os dados também revelam que entre 2009 e 2018 houve um aumento de 33% na quantidade de internações por desastres nas ruas e estradas.

Outro acidente na Região Central de Goiás

Um outro acidente no último domingo (11/8), matou uma mulher de 36 anos e a filha dela de 4, quando foram atropeladas por um trator em uma fazenda de Itaberaí, também na Região Central do Estado de Goiás, a 100 quilômetros de Goiânia.

O acidente aconteceu quando a mulher foi chamar a filha para almoçar e a encontrou no trator e subiu para tirar a criança, mas quando as duas pularam da cabine acabaram sendo atropeladas. Os socorristas do SAMU prestaram atendimentos iniciais, mas Denise Cristina de Sousa acabou morrendo no trajeto até o hospital.

A filha dela, Maria Júlia Martins de Sousa, morreu minutos depois da chegada no hospital. O médico que atendeu a paciente afirmou que elas morreram devido a uma hemorragia interna e devem ter tido órgão rompidos durante o acidente.

Comentários