Anápolis

Polícia Civil prende um dos maiores traficantes de Barro Alto e da região

Na residência do investigado, foram apreendidos, aproximadamente, 1kg de maconha e 150 gramas de crack

diario da manha

A Polícia prendeu, na última sexta-feira (18), em Barro Alto, um homem de 52 anos, apontado como um dos maiores traficantes do município e que atuava na cidade e na região adjacente.

Na residência do investigado, foram apreendidos, aproximadamente, 1kg de maconha e 150 gramas de crack. Os policiais civis também apreenderam balança de precisão, faca e canivete usados para o preparo das porções de droga, a ainda dinheiro oriundo do tráfico de drogas.

O suspeito foi atuado pelo crime de tráfico de drogas. Ele possui diversas passagens criminais pelos crimes de posse de arma de fogo e tráfico de drogas. A prisão ocorreu no âmbito da operação coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, intitulada Narco Brasil.

A operação já está atuando em diversas cidades de Goiás. Em Luziânia, no último dia 9 de junho, a polícia em flagrante de delito dois indivíduos por tráfico de drogas. No local, diversas pessoas foram abordadas e, durante a busca domiciliar, foram encontrados um tablete de maconha, 88 porções prontas para a venda e balança de precisão.

A operação
O ministério da Justiça e Segurança Pública iniciou dia 2 de junho a Operação Narco Brasil, uma grande ação integrada entre a Polícia federal e a Polícia Rodoviária Federal, além das polícias estaduais, para combater o tráfico de drogas no Brasil. A operação realizará ações integradas de prevenção, inteligência e repressão no combate ao tráfico de drogas em todo o país.

“O fortalecimento de uma atuação integrada com os estados trará, cada vez mais, resultados positivos no combate ao tráfico de drogas. E esse é o objetivo da nossa gestão, sabemos que a descapitalização do crime organizado é fundamental para o enfraquecimento dessas facções”, afirma o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

A ação é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi), órgão do Ministério, em conjunto com as polícias Civis e Militares dos estados. “A Seopi tem o papel de promover uma atuação conjunta com os órgãos de segurança pública. O trabalho integrado é primordial para prevenir e desarticular grupos criminosos”, destaca o secretário de Operações Integradas do MJSP, Alfredo Carrijo.

Comentários