Anápolis

Anápolis completa 115 anos: gestão Caiado levou mais de R$ 1 bi em investimentos

Montante foi aplicado nos últimos três anos e meio em áreas como saúde, educação, saneamento e combate à pobreza. Ações do Governo de Goiás contribuem para que a cidade figure entre as 100 melhores do país para se viver

diario da manha

Neste domingo (31/07), Anápolis completa 115 anos de fundação vivendo um momento de potencialização do seu desenvolvimento. Terceiro município mais populoso e com a segunda maior economia do Estado, a cidade, localizada no Centro goiano, chega à nova idade entre as 100 melhores do país para se viver, segundo o último ranking da consultoria Macroplan, e recebeu, desde 2019, R$ 1,148 bilhão em recursos do Governo de Goiás para as mais diversas áreas.

Na prática, esse montante se transformou em escolas reformadas e mais confortáveis, bolsas de estudo, rodovias recuperadas, empregos e, ainda, na realização do sonho da casa própria para centenas de famílias. “Como anapolino que sou, fico orgulhoso em poder entregar obras para a cidade de Anápolis. Estamos cuidando de tudo: dos alunos, da segurança, do saneamento, da área social, da habitação e do transporte. Sabemos que tudo isso é responsabilidade nossa”, ressalta o governador Ronaldo Caiado.

Saúde
A saúde em Anápolis oferece aos cidadãos atendimento regionalizado e de qualidade, tanto no Hospital Estadual Dr. Henrique Santillo (Heana), quanto nas unidades conveniadas, como a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital Espírita de Psiquiatria. Juntas, as unidades receberam R$ 353 milhões em recursos desde o início da gestão Caiado. Deste volume, R$ 7 milhões são referentes a repasse extra efetuado em 2020 para as ações de combate à pandemia da Covid-19.

Na luta contra a doença, o município foi o que recepcionou os brasileiros vindos da cidade chinesa de Wuhan, epicentro inicial do vírus. Também foi em Anápolis que a imunização contra a Covid-19 teve início em Goiás, em janeiro de 2021. “Nós anapolinos temos de ser reverenciados no Brasil todo. Isso porque, quando ninguém sabia dessa doença e como trata-la, essa cidade, da qual tenho orgulho de ser filho, foi a única que teve a coragem de receber brasileiros que queriam voltar ao seu país”, lembrou Caiado.

Educação
Nos últimos três anos e meio, Anápolis tem vivido uma verdadeira revolução na rede estadual de ensino, que passou 20 anos sem ampliação. São R$ 95 milhões em aportes para reformas de todas as unidades de ensino, aquisição de materiais e garantias de benefícios a estudantes e profissionais. Dívidas herdadas de governos anteriores no transporte escolar (R$ 241,8 mil) e na merenda escolar (R$ 430,6 mil) foram 100% quitadas.

Um exemplo foi a inauguração, em fevereiro, da sede do Colégio Estadual Professor Salvador Santos, no Bairro Calixtolândia. O novo prédio, construído em terreno cedido pela prefeitura, representa uma conquista aguardada há muito tempo pelos estudantes, que assistiam às aulas em uma estrutura precária, feita com placas de concreto. Os cerca de 720 alunos agora dispõem de salas amplas e arejadas, laboratórios de informática e ciências, biblioteca e pátio multiuso.

Já o Programa Universitário do Bem (ProBem) ofertou 1.257 bolsas a jovens de Anápolis que estudam no Ensino Superior, por meio de R$ 8,9 milhões investidos. Para o governador, os números confirmam que a atual gestão é a que mais investe no município: “A minha maior alegria é mostrar nosso compromisso com a educação. Há 20 anos, a cidade de Anápolis não tinha uma escola nova construída. Isso mostra que nosso compromisso não é no discurso, nosso compromisso é na prática”.

Infraestrutura e saneamento
Na infraestrutura, o Governo de Goiás atua na restauração da malha viária, que possui fundamental importância para a logística e escoamento da produção das empresas e indústrias anapolinas. Somente a rodovia estadual GO-330, do entroncamento com a rodovia federal BR-060 ao entroncamento com a GO-010, que inclui o eixo principal do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), vai receber aporte financeiro de R$ 24 milhões.

Para a recuperação de 35 quilômetros da GO-437, de Anápolis até Gameleira de Goiás, o Estado injetou R$ 12 milhões. No reparo da GO-222, até Nerópolis, foram mais R$ 5 milhões. A revitalização do Aeródromo de Anápolis recebeu R$ 2,1 milhões. Por fim, a correção de processos erosivos na transposição do Rio Extrema, no Anel Viário do Daia, contou com R$ 1,8 milhão. Todas essas intervenções já foram concluídas.

Nos últimos três anos, o Governo de Goiás investiu R$ 173,9 milhões nos Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Anápolis. Apenas em 2022, os investimentos já somam R$ 114 milhões, com obras para a ampliação e melhorias no sistema de abastecimento que vão beneficiar todos os bairros do município.

Anápolis tem abastecimento universalizado fornecido pela Saneago. Já o esgotamento sanitário chega a 82,21% das residências. Para 1.745 pessoas, o Governo de Goiás paga 50% do valor da conta de água, por meio programa Água Social. Os investimentos da companhia levaram à regularidade no abastecimento da cidade, por anos afetada durante o período da estiagem.

O volume de recursos acompanha o crescimento de Anápolis. Com um dos maiores parques industriais do Estado, a localidade recebeu R$ 299 milhões em crédito para empresas instaladas na cidade, via Fundo Constitucional do Centro-Oeste. Há saldo positivo de 83.292 empregos formais gerados em 2019, 87.179 em 2020, 94.673 em 2021 e, até abril deste ano, já são 97.312 novas vagas. Somente pelo programa Mais Empregos, da Secretaria da Retomada, 32.166 pessoas foram encaminhadas para vagas de trabalho.

Social
Na área social, 28.214 cestas básicas foram entregues à população por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), totalizando um repasse de R$ 2,2 milhões do Estado. Desde 2019, já foram doados 10.139 benefícios, como cadeiras de rodas, fraldas descartáveis, leite especial, enxovais para bebê, colchões e cobertores, entre outros. O Restaurante do Bem serviu quase 2 milhões de refeições em duas unidades. O cardápio variado sempre contém verduras, legumes e frutas de sobremesa.

Geridos pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), os programas Mães de Goiás e Aprendiz do Futuro também estão presentes no município. O primeiro, que contempla 933 mulheres com filhos de zero a seis anos de idade em situação de vulnerabilidade social, somando R$ 2,79 milhões repassados por ano. Já o segundo, que seleciona e contrata jovens para ingressarem no mercado de trabalho, chega a 118 anapolinos e é mantido por meio de investimento anual de R$ 1 milhão.

Já a Agência Goiana de Habitação (Agehab) entregou 480 unidades habitacionais à população, nos Residenciais do Cerrado I, II e III e Residencial Boa Esperança IV. O Governo de Goiás pagou a entrada e os beneficiários efetuaram financiamento, em condições especiais oferecidas pela Caixa Econômica Federal: “Ao pagar a entrada, o governo viabiliza a aquisição da casa, porque as pessoas não teriam condições de quitar aquele compromisso e ficariam impedidas de pagar as parcelas para o banco”, explicou o governador.

Outras 468 moradias estão em construção e vão beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade social. Em outra frente, o Aluguel Social – Pra Ter Onde Morar, programa que concede R$ 350 mensais a pessoas sem moradia própria para auxiliar no custeio do aluguel, já beneficiou 721 famílias do município. O investimento do Governo de Goiás, estipulado para 18 meses, chega a R$ 4,5 milhões.

Mais investimentos
Na área de cultura, Anápolis conta com 68 projetos atendidos pela Lei Aldir Blanc, totalizando um investimento de R$ 2,3 milhões. Por meio do Fundo de Arte e Cultura (FAC), 29 ações foram respaldadas pelo Tesouro Estadual, somando um montante de R$ 2,55 milhões destinados.

O Sinaliza Goiás, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), vai implantar quase 30 mil placas e mais de 300 mil metros quadrados de sinalização vertical no município, garantindo fluidez e segurança no trânsito. Aproximadamente R$ 509,6 mil estão previstos para a ação na cidade. A autarquia atua ainda na distribuição da CNH Social, que atendeu 201 condutores.

Como forma de apoiar o empreendedorismo, a gestão Caiado entregou a micro e pequenos empreendedores 50 cartões do Crédito Social, no valor total de R$ 95 mil. O auxílio pode ser utilizado na compra de equipamentos, ferramentas e produtos para quem pretende começar o próprio negócio. Nesse sentido, também é possível contar com cursos de capacitação e qualificação, que ofertarão 3.420 vagas ainda neste ano.

“Aquilo que a cidade de Anápolis vem sentindo nesses três anos e meio é devido à sua importância, sua relevância. Em Anápolis nós investimos mais de R$ 1 bilhão para melhorar a vida dos goianos. Acho que nunca existiu nada parecido em nenhum governo”, finalizou o governador.

Ranking
As áreas de educação, saneamento e saúde são algumas das avaliadas pela empresa de consultoria Macroplan, responsável pelo ranking de melhores cidades para se viver no país. Com base em dados do Índice dos Desafios da Gestão Municipal (IDGM), Anápolis foi eleita a 63ª entre 100 municípios do Brasil no último estudo divulgado, referente ao ano de 2021. O estudo conta com Maringá, no Paraná, em primeiro lugar, e Jundiaí, São Paulo, em segundo.

“Tanto eu quanto o governador Ronaldo Caiado temos o entendimento de que ninguém faz nada sozinho. Sabemos colocar o interesse da população acima de qualquer interesse político. Assim é a nossa relação: uma relação sincera, de amizade, de cumplicidade, buscando melhorar a vida do cidadão anapolino, afirmou o prefeito Roberto Naves.

Comentários