Home / Anápolis

ANÁPOLIS

Agehab realiza cadastramento para regularização fundiária na Região Noroeste de Goiânia

Equipes visitam, até dia 22 de setembro, 2 mil moradias nos bairros Boa Vista, Vitória, Floresta, São Carlos, Conjunto Primavera, São Domingos e Vila Mutirão

Famílias da Região Noroeste de Goiânia recebem escrituras em atendimento realizado em março deste ano Famílias da Região Noroeste de Goiânia recebem escrituras em atendimento realizado em março deste ano

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), realiza o cadastramento de famílias para regularização fundiária em sete bairros da Região Noroeste de Goiânia. A previsão é visitar cerca de 2 mil moradias até o dia 22 de setembro. Serão visitadas famílias que ainda não receberam as escrituras de suas moradias nos bairros Boa Vista, Vitória, Floresta, São Carlos, Conjunto Primavera, São Domingos e Vila Mutirão.

O presidente da Agehab, Alexandre Baldy, explica que é importante que os moradores recebam a equipe, devidamente identificada, e apresentem a documentação necessária. Ele ressalta que o programa Pra Ter Onde Morar – Escritura é realizado em áreas de domínio do Estado, que foram doadas no passado. A regularização fundiária possui várias fases, entre elas pesquisa fundiária, levantamento topográfico, cadastramento das famílias e registro em cartório. “Após todas elas, as famílias recebem as escrituras gratuitamente”, explica.


		Agehab realiza cadastramento para regularização fundiária na Região Noroeste de Goiânia
Foto: Octacílio Queiroz

A empresa Mendes & Borges Engenharia é a contratada da Agehab para realizar o cadastramento. As visitas são feitas de casa em casa. Por questão de segurança, todos os atendentes devem apresentar a identificação de prestador de serviço da Agência ao morador visitado. Em caso de dúvida sobre a identidade do cadastrador, a pessoa pode ligar na Agehab, no telefone (62) 3096-5066.

O programa de regularização fundiária do Estado entregou, desde 2019, mais de 6,6 mil escrituras gratuitamente. Outras 1,2 mil escrituras estão prestes a serem entregues às famílias e mais 8 mil estão em andamento para regularização. O programa atende famílias com renda familiar de até seis salários mínimos.

Documentos necessários

Para ser cadastrado, o beneficiário deve separar os seguintes documentos: identidade e CPF do titular do imóvel, cônjuge e filhos; comprovante de endereço (conta de energia, água ou telefone); comprovante de renda e comprovante de assentamento ou posse.

Leia também:

  

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias