Aparecida de Goiânia

Projeto Agenda Aparecida vai debater o desenvolvimento da cidade até 2050

diario da manha

Fóruns e pesquisas vão traçar o futuro da cidade, bem como soluções para necessidades emergentes e melhores condições de vida para o aparecidense

A Prefeitura de Aparecida apresentou na manhã desta quarta-feira, 04, o projeto, ainda em fase de estudos, que visa formular pesquisas, engajamento social, debates e ações de envolvimento da população e de conscientização sobre a cidade que queremos para 2050. O Agenda Aparecida tem como objetivo discutir as necessidades do município e apresentar soluções inteligentes para situações mais emergentes, com a participação da população, sociedade civil, instituições de ensino, estudantes e especialistas de vários campos de estudos.

Para a apresentação do projeto, estiveram reunidos o prefeito Gustavo Mendanha, secretários da administração municipal, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), José Luiz Celestino, o vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Estratégico (Codese), Marcos Alberto Campos, além da equipe de marketing do Grupo Jaime Câmara, diretorias da Universidade Federal de Goiás (campus Aparecida), Universidade de Rio Verde (campus Aparecida), Faculdades Suldamérica e Alfredo Nasser (Unifan).

Para Gustavo Mendanha, o Agenda Aparecida 2050 é um grande passo para o desenvolvimento do município. “Queremos programar o desenvolvimento da cidade para os próximos anos e trabalhar em conjunto facilita e muito a tomada de decisão. Da minha parte e da prefeitura de Aparecida, temos ansiedade para que fóruns e debates possam tornar nosso município ainda mais atrativo para as gerações futuras. Espero que possamos fazer um trabalho propositivo para Aparecida para os seus próximos 30 anos”, explicou.

O projeto defenderá um amplo estudo, que será realizado em seis fóruns, com palestras e debates para a definição de ações rumo ao desenvolvimento, ao crescimento sustentável e a melhores condições de vida para o aparecidense. Antes de cada fórum serão realizadas pesquisas, levantando de aspectos como o desenvolvimento econômico; saúde; educação; segurança, entre outros, traçando um diagnóstico completo para auxiliar as discussões de grupos de trabalhos.

Os seis fóruns abrangerão os bairros das regiões do Centro, Sítio Santa Luzia, Vila Brasília, Papillon Park, Garavelo, Cidade Livre e Tiradentes. A previsão é de que os primeiros fóruns tenham início em outubro. “O Agenda Aparecida vai nos permitir planejar a cidade que queremos e discutir coletivamente a elaboração práticas inovadoras para o futuro de Aparecida”, destacou o secretário da Casa Civil, Olavo Noleto.

Presente na reunião, o presidente da Aciag, José Celestino, que se mudou para Aparecida há 33 anos, destacou a importância deste projeto unir todas as áreas para pensar a cidade. “Nossa cidade merece uma mudança pensada e a Aciag estará à disposição para somar com essa agenda que vai programar o futuro de Aparecida”, afirmou o presidente da Aciag, José Luiz Celestino. “Esse é um grande passo para o desenvolvimento racional e ordenado de um município que cresce em ritmo acelerado”, finalizou Valdemar, da Faculdade Suldamérica.

Comentários