Aparecida de Goiânia

Live do cantor Felipe Ferraz é encerrada e 130 pessoas multadas por não usarem máscara

diario da manha
Foto: Divulgação/Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Na noite da última sexta-feira ( 23), Equipes de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), e da Guarda-Civil (GCM) de Aparecida de Goiânia, região Metropolitana da capital, encerraram uma live do cantor Felipe Ferraz, que de acordo com os fiscais, reuniu mais de 130 pessoas.

De acordo com o município, o evento foi encerrado porque além da aglomeração, o local onde era realizada a transmissão não possuía autorização para realizar um evento desta natureza. Até o momento, a assessoria do cantor ainda não se pronunciou sobre o ocorrido ao portal G1 Goiás.

Ainda segundo a prefeitura, logo após ter recebido uma denúncia anônima de que estaria acontecendo o evento, os fiscais se deslocaram até o local e encontraram uma grande estrutura de sonorização e iluminação, além de toda sua equipe à trabalho, também haviam convidados do cantor.

De acordo com informações do município, nenhuma das pessoas que estavam no local utilizavam máscara de proteção, além da aglomeração. Devido ao descumprimento do protocolo de segurança, cada pessoa foi multada em R$ 111.

Informações do município conta que a casa de eventos onde estava sendo realizada a live já havia sido interditada, há cerca de dois meses, justamente por descumprir as medidas de prevenção à Covid-19. Por descumprimento reincidente, segundo a prefeitura, o proprietário do local foi multado em R$ 11,7 mil, e o espaço de eventos foi interditado novamente.

Em Aparecida de Goiânia, eventos públicos e privados de qualquer natureza estão suspensos por tempo indeterminado, conforme determina uma portaria publicada pelo município com o objetivo de conter o avanço da pandemia.

*Com informações do G1 Goiás

Comentários