Aparecida de Goiânia

Mãe luta há quase um ano por cirurgia do filho que não consegue andar

Segundo Ana Carolina, o filho reclama de fortes dores, cai e machuca bastante

diario da manha
Foto: Reprodução

Uma mãe luta há quase um ano por uma cirurgia para o filho de 3 anos que não consegue andar por causa de dor nos pés, em Aparecida de Goiânia. Ana Carolina Gomes de Azevedo, que está desempregada no momento, contou que o menino tem pé torto congênito e, enquanto não fizer a cirurgia, precisa engessar os pés toda semana. Além disso, ela pede ajuda com alimentos, pois disse que não tem o que dar de comer para os cinco filhos.

De acordo com a mãe, o filho costuma sentir fortes dores nos pés, cair e se machucar bastante. Segundo ela, a criança reclama de incomodo nos pés por causa do gesso e chora por não poder se locomover como as outras crianças.

Em nota, o Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) disse que a realização da cirurgia do Geovanny Almeida de Azevedo, depende da regulação estadual já que a Secretaria Estadual de Saúde do Estado e Goiás (SES-GO) assumiu a gestão e regulação das Autorizações de Internação Hospitalar (AIH¨¨s).

Já a SES-GO, disse que o paciente está regulado no Complexo Regulador Estadual (CRE) e aguarda avaliação e autorização para realizar o procedimento. A SES disse ainda que o caso é acompanhado por uma equipe técnica e será definido conforme disponibilidade de vagas.

Segundo um laudo médico do próprio CRER, Geovanny necessita de uma cirurgia de tenotomia, que é um procedimento que envolve a divisão de um tendão. A mãe afirma que está em busca de uma vaga desde abril do ano passado e até o momento não obteve resposta.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários