Brasil

Rafael Parente agradece o Governador do DF pela exoneração do cargo de secretário de Educação

Secretário da Educação do DF, Rafael Parente agradece governador pela exoneração do cargo. Sindicato dos Professores do Distrito Federal eparlamentares criticaram Ibaneis

diario da manha
Foto: Reprodução

Pelo Twitter, o secretário de Educação do Distrito Federal, Rafael Parente confirmou a exoneração do cargo e agradeceu o governador Ibaneis Rocha pela demissão. A decisão ocorreu por conta da polêmica militarização das escolas. De acordo com Parente Ibaneis “foi longe demais” ao ignorar a votação dos colégios que disseram não ao modelo de gestão compartilhada com a PM.

Em votação realizada no sábado, cinco escolas que podem receber o modelo de gestão compartilhada foram consultadas, mas em dois colégios, o resultado foi contrário. Já a mudança foi recusada na maioria da comunidade escolar do DF: Gisno, Asa Norte e Samanbaia.

Mesmo assim, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, disse que vai levar a gestão compartilhada com a PM mesmo para os colégios que rejeitarem o modelo. A decisão provocou críticas do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF) e de parlamentares.

Críticas

O deputado Distrital do DF, Leandro Grassm (Rede) por meio de seu Twitter já criticava o governador pelo autoritarismo:” Vai passar por cima da comunidade, governador? Decidiu se espelhar no presidente e assumir o autoritarismo? Não recomendo.” Grass ainda adiantou que esperava respeito com o resultado da votação e prometeu estudar as medidas cabíveis para barrar a decisão .

Já a diretora do Sindicato dos professores do DF (Sinpro-DF) Rosilene Corrêa, também criticou o governador como autoritário e ensinou: “A Lei de Gestão Democrática estabelece a soberania das posições da comunidade escolar. E ainda que essa legislação não existisse, seria ao menos razoável que o governador ouvisse as pessoas envolvidas no processo. As pessoas que o elegeram não têm que comungar com 100% do pensamento dele”, alegou.

Quem assumirá o cargo de Rafael Parente, como atual secretário da Educação do DF é o atual Secretário do Trabalho do DF, João Pedro Ferraz.

*Correio Braziliense

Comentários