Brasil

PF deflagra operação Cronocinese contra fraudes no INSS

Policia Federal iniciou nesta segunda-feira(23/9) a operação Cronocinese contra fraudes no INSS, com prejuízo de cerca R$ 55 milhões

diario da manha
Foto: Reprodução

A Policia Federal (PF) iniciou nesta segunda-feira(23/0) a operação Cronocinese contra fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com as investigações a fraude gerou prejuízo de cerca de R$ 55 milhões ao sistema. No esquema, a PF vai levantar provas sobre a participação de advogados, contadores e servidores do INSS, já identificados.

No total 23 mandados estão sendo cumpridos, sendo um em Guarulhos, um em Diadema e 20 na capital de São Paulo. As fraudes fizeram com que pessoas que não tinham direito recebessem aposentadoria.

Segundo a Polícia Federal as investigações indicam que seis servidores do INSS e dois escritórios de contabilidade eram responsáveis pela colocação de dados falsos nos sistemas do INSS assim como a transmissão das Guias, contendo os tempos de trabalho fictícios.

Além deles, cinco advogados eram responsáveis pela captação de clientes e pela formalização dos requerimentos de aposentadoria junto ao INSS.

Se comprovadas as fraudes, todos serão indiciados pelos crimes de organização criminosa, estelionato e inserção de dados falsos em sistemas de informação, com penas que variam de 2 a 12 anos de reclusão.

*Com informações do Correio Braziliense

Comentários