Brasil

Desabamento: Governador do CE muda versão e diz que não há mortes confirmadas

A Prefeitura informou que o prédio foi construído em meados de 1990

diario da manha
Foto/Reprodução

O governador do Estado de Ceará, Camilo Santana, afirmou no final da tarde desta terça-feira(15/10) que não há, até o momento, nenhuma morte confirmada. Na manhã desta terça os bombeiros e a Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará afirmaram que o desabamento do edifício Andrea, em Fortaleza, havia deixado um morto.

Até o momento, a Polícia Civil e o Instituto Médico Legal (IML) não confirmaram ou negaram a informação do governador do estado. Durante entrevista coletiva, o comandante Eduardo Holanda disse que, até o momento, nove pessoas foram resgatadas com vida dos escombros do prédio de sete andares que desabaram.

Segundo o Corpo de Bombeiros, nove pessoas ainda estão desaparecidas e a determinação é 24 horas trabalhando para salvar as pessoas vítimas do desabamento, de acordo com Santana.

Estrutura danificada pode ter provocado o desabamento

Antes do desabamento, o edifício Andrea possuía dois apartamentos por andar, um total de 14 apartamentos. De acordo com a Prefeitura de Fortaleza, o prédio foi construído em meados de 1990, ou seja era uma construção antiga da cidade.

Devido à idade da construção, moradores chegaram a gravar um vídeo mostrando que os pilares de sustentação do edifício estavam se deteriorando.

O engenheiro, Emanuel Maia Mota, Presidente do Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará) disse que um documento estava sendo feito para recuperação da construção e pintura no prédio, mas segundo ele não se sabe se a obra já havia começado.

Comentários