Brasil

Carla Zambelli afirmou que PF investigava governadores um dia antes da operação ser deflagrada

Declarações da parlamentar foram feitas durante sua participação no programa Timeline da Rádio Gaúcha

diario da manha
Foto: Reprodução

Um dia antes da Operação Placebo ser deflagrada a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) afirmou que alguns governadores estavam sendo investigados pela Polícia Federal (PF). Na manhã desta terça-feira (26) a operação que investiga irregularidades na aquisição de material para o enfrentamento da pandemia provocada pelo coronavírus foi deflagrada, entre os alvos estão o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC).

As declarações da parlamentar foram feitas durante sua participação no programa Timeline da Rádio Gaúcha. “Já teve algumas operações da Polícia Federal que estavam ali, na agulha, para sair, mas não saíam. E nos próximos meses a gente deve ter o que talvez vamos chamar de covidão ou não sei. Não sei que nome eles vão dar, mas alguns governadores já são investigados pela PF”, disse a deputada durante sua participação no programa da rádio.

A parlamentar que é aliada do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) participou do programa para comentar sobre a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Pois o ex-ministro afirmou ao sair do governo que Bolsonaro pretendia intervir politicamente na PF. A operação placebo foi deflagrada na manhã de hoje pela PF, e entre os investigados está o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel.

*Com informações do Uol

Comentários