Brasil

Após 21 dias de atraso, população de Macapá vai às urnas

A cidade tem 290 mil pessoas aptas a votar nestas eleições. Entre os candidatos à prefeitura está Josiel Alcolumbre (DEM), irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre

diario da manha

Começou neste domingo (6), a votação para decidir o futuro prefeito e vereadores da cidade de Macapá, capital do Amapá. As seções foram abertas às 7h.

Devido aos problemas que atingiram o estado, dois apagoes no mês de novembro, a capital Macapá é a última cidade a escolher seus representantes.

A escassez de eletricidade prejudicou os moradores por 22 dias. Com os cortes no fornecimento a cada três horas neste período, aumentaram os casos de violência na cidade. Por medo de algum risco durante a votação, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), adiou em 21 dias o primeiro turno.

A cidade tem 290 mil pessoas aptas a votar nestas eleições. Entre os candidatos à prefeitura está Josiel Alcolumbre (DEM), irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

O TRE-AP ( Tribunal Regional Eleitoral do Amapá ) determinou que a partir das 21h do último sábado (5), ficassem proibidas a comercialização, distribuição, fornecimento, venda e consumo de bebidas alcoólicas e similares na cidade. A regra é válida até às 18h deste domingo.

Comentários