Brasil

RJ: Marinha confirma que corpos achados após desaparecimento de lancha estavam sem coletes salva-vidas

Embarcação com os cinco tripulantes tinha como destino Fortaleza, no Ceará e está desaparecida desde o dia 30 de janeiro

diario da manha
Embarcação em que estavam os cinco passageiros está desaparecida desde o dia 30 de janeiro

A Marinha confirmou nesta terça-feira (9) que os quatro corpos achados após o desaparecimento da lancha “O Maestro” estavam sem coletes salva-vidas. As vítimas encontradas são, Domingos Sávio, Guilherme Ambrósio, Wilson Martins dos Santos e Ricardo José Kirst. O quinto passageiro, Cláudio de Souza, ainda não foi encontrado. A marinha continua as buscas pelo desaparecido.

A embarcação com os cinco tripulantes tinha como destino Fortaleza, no Ceará e está desaparecida desde o dia 30 de janeiro. Na quinta-feira (4) uma aeronave da FAB localizou dois corpos em alto mar próximo a Cabo Frio, na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro. Outros dois corpos foram encontrados no sábado (6).

O IML de Macaé informou que os quatro corpos encontrados já foram identificados. Entre eles, está o comandante Guilherme, que foi contratado para ser o capitão da embarcação. A esposa do comandante viaja nesta terça-feira (9) do Ceará para o Rio de Janeiro para levar documentos para a liberação do corpo.

Segundo informações, pescadores encontraram na segunda-feira (8) um destroço que a Marinha acredita ter relação com a lancha desaparecida. O objeto foi localizado a cerca de 7,5 milhas náuticas (ou 14 km) do Farol de São Tomé. A peça seria o deck da embarcação, no entanto, ainda não há confirmação de que o objeto seja da lancha “O Maestro”. (Com informações do G1)

Objeto que pode ser de lancha foi encontrado após pescadores perceberem peso anormal em rede de pesca – Foto: Reprodução/G1

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Comentários