Brasil

Bingo clandestino fechado no DF era comando por PM's do DF

Presença de policiais na organização do local é apontada como fator que evitava a presença da polícia no bingo, e permitia o funcionamento do local normalmente

diario da manha
Foto: Reprodução

Um bingo clandestino que foi descoberto pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), em dezembro do ano passado e tem no comando três policiais militares do DF, no Paranoá, voltou a funcionar.

E segundo a publicação do portal de notícias Metrópoles, o local conhecido como Rota Certa, estaria recebendo jogadores normalmente na noite da última quinta-feira (25/2). A matéria mostra que a 6ª Delegacia de Polícia responsável pelo caso, identificou que policiais militares da reserva e da ativa estão envolvidos com o esquema. Segundo o levantamento feito pela polícia, o local chegava a movimentar R$ 100 mil, em dias cheios.

Entre militares envolvidos está um segundo-sargento da reserva e dois pms da ativa, que são apontados como os organizadores do Bingo. De acordo com a reportagem o PM aposentado, é um dos cabeças do delito. A PCDF investiga se outros membros da PMDF estão envolvidos no esquema e se eles estariam trabalhando como seguranças do local e escolta de transporte dos valores.

Máquinas de cartão de crédito e débito foram extintas do Bingo clandestino, após a operação da PCDF

Segundo o portal de notícias, o local recebe apenas dinheiro em espécie dos apostadores. Bebidas e comidas também servidas pelo bar do local, só eram pagas com dinheiro em espécie. Conforme a reportagem, máquinas de cartão de crédito e débito foram extintas do local, depois da operação da PCDF que fechou o bingo.

De acordo as investigações, quem fazia a segurança do local, faziam um tipo de revezamento no intervalo entre os jogos, entre vigiar e anunciar o sorteio das bolas inseridas no globo. Enquanto outros eram responsáveis pelo atendimento no balcão do bar e ainda recebiam dinheiro para fazer o cadastro das cartelas dos apostadores. Segundo as apurações, o fato de policiais serem os responsáveis pelo bingo, era um dos motivos que evitava a presença de policiais no local e atrapalhassem as atividades do bingo.

Leia também:

Comentários