Brasil

PF inicia nova fase de Operação que apura tráfico em avião da FAB

A operação Quinta Coluna, tem como objetivo apurar a atuação de uma associação criminosa que utilizou aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB), para enviar drogas à Espanha

diario da manha

Nesta quinta-feira (25), a Polícia Federal (PF) cumpre três mandados de busca e apreensão relacionados à Operação Quinta Coluna, para apurar a atuação de uma associação criminosa que utilizou aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB), para enviar drogas à Espanha.

São medidas que buscam fortalecer as provas que ligam o militar da FAB, apontado como responsável pelo recrutamento de “mulas”, à pessoas relacionadas ao tráfico de entorpecentes.

Segundo uma apuração da Metrópoles, o alvo da nova etapa tem vínculo com o sargento Jorge Luís da Cruz Silva, conhecido como Salve o Jorge, preso na última quinta-feira (18).

Foram presos pelo Comando da Aeronáutica, com o apoio da PF, o sargento Jorge Luís da Cruz Silva e mais três pessoas que estariam envolvidas no tráfico de 37 Kg de cocaína encontrados em um avião da FAB, em junho de 2019 na Espanha, são eles:

  • Tenente-coronel Alexandre Augusto Piovesan;
  • 2º sargento Márcio Gonçalves de Almeida;
  • 2º sargento Jorge Luiz da Cruz Silva-cumprimento de mandado de busca e apreensão;
  • Wikelaine Nonato Rodrigues-esposa de Manoel.

O grupo teria ajudado o sargento da Aeronáutica, Manuel Silva Rodrigues a traficar drogas, usando um avião em Apoio à Presidência da República.

Na Operação foram apreendidos, computadores, celulares e documentos dos militare, de suas esposas e da ex-mulher do sargento. Um ex-soldado da Aeronáutica teve prisão decretada, mas não foi encontrado.

Comentários