Brasil

Autorizada pela Justiça quebra de sigilo bancário do apóstolo Valdemiro Santiago

Está é a segunda vez no ano que o líder religioso tem a quebra de sigilo autorizada pela Justiça

diario da manha
Foto Divulgação Noticias gospel Mais

A quebra de sigilos bancário e fiscal do apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, foi autorizada pela juíza Rossana Luiza de Faria. Além do líder religioso, a decisão investiga também as contas de Mateus Machado de Oliveira, que é ex-presidente da igreja. De acordo com as informações divulgadas, a decisão da magistrada foi baseada em uma divida do aluguel de uma das igrejas em Carapicuíba, na Grande São Paulo.

Conforme a decisão a igreja estaria devendo ao dono do imóvel o equivalente a R$ 248 mil de aluguel e outras despesas. O advogado do proprietário da locação, Carlos Alberto Pereira, afirmou na ação que há indícios de que os valores repassados pelos fiéis não foram mostrados nas contas de Valdemiro, e que os mesmo teriam sido ocultados.

A quebra de sigilo ocorre para tentar verificar alguma irregularidade tanto nas contas da igreja como na do apóstolo. Em 2021, está é a segunda vez que Valdemiro Santiago tem o sigilo bancário quebrado pela Justiça. 

Vale lembra que na primeira vez que isso ocorreu, a igreja não chegou a ser investigada, pois, pagou a dívida e evitou a quebra do sigilo, em março deste ano. No caso envolvendo Carapicuíba, em sua defesa o apóstolo afirmou que não pode ser alvo da cobrança, uma vez que não faz parte do estatuto da igreja e que não assinou o contrato com o fiador.

Valdemiro Santiago afirmou também que não há nenhuma confusão patrimonial entre os seus bens e o da igreja, e que o dono do imóvel não apresentou tais documentos que comprovem essa confusão.

*Com informações do UOL

Leia também:

Comentários