Brasil

'Diabão' do litoral de SP sofre complicação após operação corretiva

Diabão afirma que o corte de 40 centímetros está aberto e, por isso sente muita dor e não consegue se locomover.

diario da manha

Michel Praddo, de 46 anos conhecido como “Diabão”, de Praia Grande, no litoral de São Paulo, aguarda para fazer uma nova cirurgia, após os pontos da abdominoplastia que ele realizou se romperam. Em entrevista na última quarta-feira (07), ele disse que o corte de 40 centímetros está aberto e, por esse motivo, sente muita dor, e não consegue se locomover.

Diabão já havia retirado parte do nariz, cortado as orelhas e alongado os dentes. Recentemente, ele removeu o dedo anelar para o projeto ‘La Garra’, e passou a usar uma dentadura de prata.

Em março, ele fez uma lipoaspiração e abdominoplastia, procedimento para a retirada do excesso de pele da região do abdômen na qual optou por remover o umbigo. Ele disse que se recuperou muito bem, mas percebeu que ainda havia ainda um pouco de sobra de pele. Por isso, passou por uma operação corretiva no último dia 28.

“Foram passando os dias e os pontos foram abrindo. Não estamos conseguindo fazer com que feche sozinho”, explicou a esposa dele, Carol Praddo, conhecida como “Mulher Demônia”,

Diabão diz que sente bastante dor e fica somente deitado. Ele passará por uma nova cirurgia nesta quinta-feira (08).

O procedimento será realizado em um hospital particular da região. Carol resolveu fazer uma live nas redes sociais pedindo ajuda para pagar o procedimento. Segundo ela, com o pedido, muitas pessoas entraram em contato para doar alguma quantia.

“Fica um ponto de interrogação. Tentei agir na melhor maneira, porque eu sei das consequências, mas não foi o suficiente. Cada organismo é um universo e responde de uma maneira”, disse.

Em menos de 24h, a quantia de pouco mais de R$ 2.400 para a operação foi levantada.

Comentários