Brasil

Operação combate fraudes no auxílio emergencial

diario da manha
Auxílio emergencial 2021

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira, 22, a Operação Animus Fraudandi para dar continuidade ao combate às fraudes nos benefícios emergenciais pagos a pessoas que passam por dificuldades financeiras em decorrência da pandemia.

Segundo a PF, a ação visa identificar fraudes de forma a desarticular e responsabilizar integrantes de organizações criminosas, bem como recuperar os valores desviados. Foram deflagradas 114 operações policiais para combater as fraudes nos benefícios emergenciais.

De acordo com a Polícia, mais de 443 mandados de busca e 50 mandados de prisão estão sendo cumpridos. Nas ações desta quinta-feira, cerca de 120 policiais federais cumprem mandados de busca e apreensão na Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Santa Catarina.

Conforme os investigadores, também foram cumpridos quatro mandados de sequestro de bens, e aproximadamente R$ 60 mil foram bloqueados por determinação judicial.

“A operação foi batizada Animus Fraudandi, expressão latina que significa intenção de fraudar, que remete ao caráter fraudulento e intencional dos desvios de valores identificados no curso das investigações”, informou a PF.

As ações decorrem da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial, que conta com a participação do Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União.

Comentários