Brasil

PM é morto após discussão com guarda municipal

Segundo testemunhas, Cristiano estava tentando apartar uma briga entre Max e outra pessoa, quando o guarda teria sacado uma arma e feito disparos contra o PM

diario da manha

O policial militar, Cristiano Loiola Valverde, foi morto na noite de domingo, 08, em Nilópolis, na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro, após uma discussão com o guarda municipal, Max Aurélio da Costa Biassotto Ferreira.

Segundo testemunhas, Cristiano estava tentando apartar uma discussão entre Max e outra pessoa, quando o guarda teria sacado uma arma e feito disparos contra o PM, que morreu no local.

Ele foi detido por pessoas que estavam na região e preso em flagrante por um segundo policial militar, que passava pelo local. Em seguida, o guarda foi levado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Durante a madrugada desta segunda-feira, 09, uma perícia foi feita no local.

Cristiano deixa uma filha de 15 anos. Horas antes da morte, ele publicou um texto em uma rede social. “Valorize seu pai, sua mãe, sua família, seus amigos. Valorize os que estão do seu lado. A vida não avisa quando vai acabar”, disse o PM.

Leia também:

Comentários