Brasil

Desmatamento da Amazônia é equivalente a três cidades de São Paulo

Mesmo áreas de proteção integral, onde a exploração de madeira é proibida, foram desmatadas no período que engloba agosto de 2019 e julho de 2020

diario da manha

Um estudo sobre o desmatamento da Amazônia revelou que entre 2019 e 2020 o total da área devastada, de 464.759 hectares, é equivalente a três cidades de São Paulo. O levantamento mostra principalmente a extração de madeira entre agosto de 2019 e julho de 2020.

Outro fator importante que os números mostram, é que 11% deste desmatamento ou da exploração de madeiras na região, foram registrados em áreas protegidas. Vale ressaltar que a extração ou exploração de madeiras em unidades de proteção integral e terra indígenas é proibida.

De acordo com as informações divulgadas, a área Tenharim Marmelos, no Amazonas, foi a mais explorada, e teve 6.330 hectares devastados. Na sequência aparecem no levantamento as regiões do Mato Grosso: Batelão 5.278 hectares e Aripuanã com 3.082.

O levantamento mostra ainda que nas unidades de conservação ambiental como o Parque Nacional dos Campos Amazônicos, é o primeiro colocado com mais de 9.000 hectares de madeira retirados, mesmo com a área sendo de proteção integral, onde é proibida a extração.

*Com informações da Folha de São Paulo

Leia também:

Comentários