Brasil

Professora é agredida por aluna em sala de aula

No estatuto da escola o uso do aparelho em sala de aula é proibido

diario da manha

A professora de 49 anos afirma ter sido agredida por uma adolescente de 16 anos, após pedir que a aluna guardasse o celular.

O caso ocorreu na última quarta-feira, 6, na Escola Municipal Miguel Lazzarin, em Siderópolis, em Santa Catarina. A adolescente é aluna do oitavo ano do ensino fundamental e deve ser ouvida pela polícia na próxima semana.

Segundo a professora, a aluna a feriu no pescoço, foi realizado um exame de corpo de delito. No estatuto da escola o uso do aparelho em sala de aula é proibido.

De acordo com a Polícia Civil, o caso vai seguir em segredo de Justiça, como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) .

A Prefeitura de Siderópolis repudiou o ato e afastou a aluna da escola. A Secretaria Municipal de Educação ainda analisa outras medidas a serem tomadas.

Comentários