Brasil

Avião de Marília Mendonça bateu em torre de energia, diz Cemig

Essa pode ser uma das causas do acidente

diario da manha

Segundo a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), o avião que caiu na sexta-feira, 5, matando a cantora Marília Mendonça e outros 4 ocupantes, bateu em um cabo de uma das torres de energia da empresa e pode ser uma das causas do acidente.

O acidente será investigado pela Força Aérea Brasileira (FAB), através do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos Cenipa.

“Na ação inicial, os investigadores identificam indícios, fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas, reúnem documentos, etc”, diz a nota.

Segundo a FAB, não existe um prazo para essa atividade, visto que isso depende da complexidade do ocorrido. “Não existe um tempo previsto para essa atividade ocorrer, dependendo sempre da complexidade da ocorrência. A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os fatores contribuintes”, afirma.

Leia também:

Comentários