Brasil

Peritos da aeronáutica investigam causas do acidente aéreo que matou Marília Mendonça

A equipe formada por dois pilotos, um técnico em aeronave e uma psicóloga, saiu do Rio na manhã deste sábado, 6

diario da manha

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) vão iniciar a investigação sobre as causas do acidente aéreo que matou a cantora Marília Mendonça. A equipe formada por dois pilotos, um técnico em aeronave e uma psicóloga, saiu do Rio na manhã deste sábado, 6.

O trabalho inicial em Caratinga será identificar os indícios do acidente. Segundo o Cenipa, o esforço é para concluir a investigação o mais rápido possível.

O acidente aconteceu na sexta-feira, 5, além de Marília Mendonça, o tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros e copiloto da aeronave Tarciso Pessoa Viana, morreram.

Em nota, a empresa PEC Táxi Aéreo disse que “o avião envolvido no acidente era devidamente homologado pela Anac para transporte aéreo de passageiros e estava plenamente aeronavegável”.

Leia também:

Comentários