Brasil

Vídeo mostra padre acusado de abuso sexual agredindo seminarista

Em depoimento o líder religioso confirmou envolvimento afetivo com o seminarista, e que o rapaz fez as denúncias contra ele, por não aceitar o fim do relacionamento

diario da manha

O ex-reitor do Seminário Propedêutico Nossa Senhora do Socorro, padre Ismael Almeida Santana, de 31 anos, que foi afastado após ser acusado de abusos sexuais, aparece em um vídeo no qual ameaça e agride um ex-seminarista do Seminário, que fica em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.

O autor das denúncias, de 28 anos, acusou o padre de violência sexual. As cenas que mostram as agressões do líder religioso foram feitas em fevereiro deste ano. A denúncia contra o padre Ismael foi feita junto ao tribunal eclesiástico da diocese de Mogi das Cruzes no dia 26 de fevereiro do presente ano, o que culminou com a suspensão e afastamento do líder religioso no mesmo dia.

A igreja afirmou que o caso é grave e que uma investigação para apurar as denúncias está em andamento. No vídeo gravado em fevereiro, o seminarista pede para deixar o local onde o padre está. Nas imagens a vítima anda de um lado para o outro e insiste para que o líder religioso abra a porta do local, no entanto, o padre puxa o seminarista pelo braço e o empurra.

Veja o vídeo:

Vídeo do UOL

O seminarista afirma para o padre Ismael em três oportunidades “Você está me machucando”! O líder religioso então pega no queixo do rapaz, aperta e o empurra novamente. Em outro momento do vídeo o padre tranca a porta, tira a chave e apaga a luz do local, enquanto a vítima anda pelo cômodo escuro. Em outro momento as imagens mostram quando Ismael pega o rapaz pelo pescoço e a vítima diz “você está me enforcando”, e conclui “você vai me matar”, momento em que a tela fica toda preta.

O seminarista afirma para o padre Ismael em três oportunidades “Você está me machucando”! O líder religioso então pega no queixo do rapaz, aperta e o empurra novamente. Em outro momento do vídeo o padre tranca a porta, tira a chave e apaga a luz do local, enquanto a vítima anda pelo cômodo escuro. Em outro momento as imagens mostram quando Ismael pega o rapaz pelo pescoço e a vítima diz “você está me enforcando”, e conclui “você vai me matar”, momento em que a tela fica toda preta.

Ismael prestou depoimento e afirmou que teve um envolvimento afetivo com a vítima. Segundo padre, o rapaz não aceitava o fim do relacionamento e que por essa razão ele teria feito as denúncias contra o sacerdote.

Leia também:

Comentários