Brasil

Policial agride irmã e tenta matá-la afogada em rio

O caso foi registrado Como tentativa de feminicidio e lesão corporal. A delegacia da polícia Militar de Roraima afirma está ciente do ocorrido

diario da manha

O policial militar (PM), Allison Tomazelli Barbosa de 27 anos, foi preso em flagrante após chutar a irmã, de 19 anos, de um barranco e tentar matá-la afogada no rio Miranda, em Guia Lopes da Laguna (MS). Tomazelli é de Roraima e estaria a passeio em Mato Grosso.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, o PM teria chegado no Passo do Touro, local ás margens do rio Miranda, e visto a irmã dormindo em um carro. Ele, então teria entrado no veículo e chamado a irmã, que não acordou. Nesse momento começaram as agressões contra a jovem.

Em seguida, o PM retirou a irmã do carro e houve luta corporal entre eles, Tomazelli chutou a jovem que caiu em um barranco de mais de 2 metros.

Uma testemunha que estava no local, disse que a jovem desmaiou assim que caiu do barranco e que mesmo com ela desmaiada, o suspeito continuou agredindo a vítima e tentou afoga-la várias vezes. Outras duas pessoas tentaram impedir as agressões, mas acabaram sendo chutadas pelo policial.

Diante da situação, uma outra pessoa acionou os Bombeiros e a Polícia Militar. A vítima foi levada para um hospital da cidade com escoriações e luxações por todo o corpo.

O PM foi preso em flagrante no último sábado, 22 e liberado na segunda-feira 24. Foram tomadas medidas preventivas e ele não poderá se aproximar da vítima. O caso foi registrado como tentativa de feminicídio e lesão corporal.

Em nota, a Polícia Militar de Roraima informou que recebeu a cópia do Auto de prisão em flagrante do militar e que encaminhará o referido documento para á Corregedoria da polícia Militar de Roraima.

Leia também:

Comentários