Brasil

Suspeito de matar grávida e filha no DF era amigo de Lázaro Barbosa

Jeferson Barbosa dos Santos, de 25 anos, está foragido

diario da manha
Foto: Divulgação

Jeferson Barbosa dos Santos, de 25 anos, suspeito de matar Shirlene Ferreira da Silva, de 38 anos, e Tauane Rebeca da Silva, de 14 anos, em um córrego do Sol Nascente, está foragido.

Segundo o delegado Thiago Peralva, da 19ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, ele era amigo de Lázaro Barbosa, suspeito de cometer uma série de crimes de homicídio e estupro no DF e Entorno.

“A linha de investigação trata de um homicídio, aborto [já que Shirlene estava grávida] e ocultação de cadáver”, afirma o delegado.

As vítimas desapareceram em 9 de dezembro, após uma visita ao córrego e foram encontrados 11 dias depois, parcialmente enterrados, a cerca de 500 metros da casa onde moravam.

De acordo com um laudo da Polícia Civil, Shirlene foi morta com 37 facadas, mas nenhuma na barriga. “Não houve nenhuma lesão no abdômen, dando a entender que respeitaram a gravidez”, diz.

Tauane Rebeca foi assassinada em seguida. O corpo da adolescente tinha marcas de estrangulamento e também de facadas.

A polícia acredita que houve uma investida sexual por parte do suspeito, mas que a hipótese ainda está em apuração. “Shirlene tinha um sentimento de proteção muito grande com a filha.”

“O irmão disse que o suspeito ligou chorando e pediu para a família rezar e ajudar ele, dando a entender que tem participação no crime”, disse o delegado.

Quem tiver informações sobre Jeferson, pode entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone 197.

Leia também:

Comentários